As tradições afro-brasileiras são tema de uma oficina cultural no Sesc Caruaru

0

Neste mês em que se debate a importante presença do negro africano na formação da cultura brasileira, em alusão ao dia 13 de maio, data da Abolição da Escravatura no país, o Sesc Caruaru realiza, nesta quarta-feira (16/05), uma atividade lúdica voltada para o público adulto.

A artista Chris Mendes vai ministrar uma oficina de turbantes, adereço usado pelas mulheres negras para enfeitar os cabelos. A atividade será aberta ao público e acontece na Biblioteca do Sesc, a partir das 15h. A oficina terá a participação do Grupo da Amizade do Sesc Caruaru formado por idosos.

Durante a oficina, Chris vai apresentar detalhes característicos da cultura afro-brasileira, por meio da música e de poemas. “Na medida em que formos trabalhando a questão dos turbantes, vou falar sobre a parte mais bonita da cultura negra, dos costumes que influenciaram a formação do povo brasileiro como a dança, a música, a gastronomia, o vestuário. Vou apresentar o jongo, tão presente nos quilombos e cativeiros na época da escravidão, e outras manifestações que nos foram deixadas de heranças pelos ancestrais negros”, explica a artista.

Sesc -O Serviço Social do Comércio (Sesc) foi criado em 1946. Em Pernambuco, iniciou suas atividades em 1947. Oferece para os funcionários do comércio de bens, serviços e turismo, bem como para o público geral, a preços módicos ou gratuitamente, atividades nas áreas de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social. Atualmente, existem 19 unidades do Sesc do Litoral ao Sertão do estado, incluindo dois hotéis, em Garanhuns e Triunfo. Essas unidades dispõem de escolas, equipamentos culturais (como teatros e galerias de arte), restaurantes, academias, quadras poliesportivas, campos de futebol, entre outros espaços e projetos. Para conhecer cada unidade, os projetos ou acessar a programação do mês do Sesc em Pernambuco, basta acessar www.sescpe.org.br .


Comentários