Atualização de dados para receber Auxílio Brasil é obrigatória: saiba como fazer

Atualização de dados para receber Auxílio Brasil é obrigatória: saiba como fazer
Atualização de dados para receber Auxílio Brasil é obrigatória: saiba como fazer

O novo auxílio do governo, o Auxílio Brasil, terá como exigência a atualização ou inclusão dos dados do beneficiário no Cadastro Único para Programas Sociais, o CadÚnico. 

Segundo a Medida Provisória 1.061/2021, esse é será dos critérios para ter direito ao benefício.

Publicidade

Publicidade

Além disso, novos valores e critério foram impostos. Acompanhe aqui tudo o que você precisa saber. 

Atualização de dados para receber Auxílio Brasil é obrigatória: saiba como fazer
Atualização de dados para receber Auxílio Brasil é obrigatória: saiba como fazer

Como consultar o cadastro no CadÚnico

Para consultar e saber se sua família está cadastrada no CadÚnico, o melhor caminho é baixar o aplicativo Meu CadÚnico. No app você também pode ver se se o cadastro está desatualizado ou em processo de averiguação e permite a impressão de comprovantes.

Porém, caso o usuário não tenha acesso à internet, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou um posto de atendimento do CadÚnico também podem fazer esse atendimento. 

Publicidade

Publicidade

Para saber o endereço mais próximo da sua casa, basta acessar o Mapas Estratégicos para Políticas de Cidadania (MOPS).

Como atualizar o CadÚnico para participar do Auxílio Brasil

Como dito, para ter acesso ao Auxílio Brasil, será necessário a atualização de dados no sistema. A atualização só pode ser feita em um CRAS ou em postos de atendimento do CadÚnico ou do Bolsa Família

Vale ressaltar que em caso de mudança de endereço, de telefone, de estado civil, de renda mensal ou em eventos de nascimento, adoção ou falecimento na família, o cadastro deve ser atualizado o mais rápido possível.

Como se cadastrar

Para isso, é preciso estar atento aos requisitos: 

  • renda por pessoa na família de até meio salário mínimo
  • ou renda mensal de até três salários mínimos. 

O processo também é feito em um CRAS ou postos do CadÚnico ou do Bolsa Família. Um membro da família deverá se encarregar de repassar as informações. A pessoa deve ter pelo menos 16 anos, Cadastro de Pessoa Física (CPF), título de eleitor e ser preferencialmente mulher.

Auxílio Brasil: Quem pode participar

Além da atualização de dados no CadÚnico, para fazer parte do Auxílio Brasil a família deve ter renda mensal de meio salário mínimo por pessoa (Aproximadamente R$ 550) e renda mensal total de até três salários mínimos, o equivalente a R$ 3,3 mil, em valores atuais.  

Publicidade

Publicidade

Porém, é importante ressaltar que a exigência não vale para quem recebe o Bolsa Família. Nesse caso, a migração para o novo programa será automática. 

Os valores das parcelas do benefício ainda não foram definidos, mas a pretensão é que sejam divulgados em meados de outubro. 

Amanda LinoJornalista com mais de 8 anos de experiência. Trabalhou como redatora, repórter e produtora na emissora Nossa Rádio FM e produtora na Metropolitana AM, depois foi diretora-geral do conhecido podcast Mamilos, passou por algumas agências de São Paulo e Rio de Janeiro e agora, além de colaboradora da WebGo Content, é Copy Content na In House da divisão agrícola da Bayer e Host/Criadora do podcast "Me Empresta Seus Óculos".
Veja mais ›
Fechar