Auxílio Brasil: valor mínimo e permanente vai beneficiar 18 milhões de famílias; veja se você faz parte

Auxílio Brasil: valor mínimo e permanente vai beneficiar 18 milhões de famílias; veja se você faz parte

No último dia 18 de maio, o presidente Jair Bolsonaro sancionou o valor mínimo e permanente do Auxílio Brasil, previamente aprovado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal.

A Medida Provisória deverá beneficiar as 18 milhões de famílias que participam do Auxílio Brasil.

Publicidade

Publicidade

Nesta matéria do NoDetalhe, você fica sabendo o valor a ser pago pelo Auxílio Brasil, confere o calendário de pagamentos do benefício social em maio de 2022, quem será contemplado e como evitar o bloqueio do Auxílio Brasil.

Qual valor será pago pelo Auxílio Brasil?

Auxílio Brasil: valor mínimo e permanente vai beneficiar 18 milhões de famílias; veja se você faz parte
O novo valor mínimo e permanente para o Auxílio Brasil está valendo desde o dia 18 de maio. Saiba quem pode receber. (Imagem: Reprodução/Internet)

A Medida Provisória  (MP n° 1.076/2021) determinou o valor do piso do Auxílio Brasil, programa social criado em 2021 em substituição ao antigo Bolsa Família, em R$ 400. Antes que a medida fosse aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal e sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro, o valor de R$ 400 era considerado temporário.

Isso significava que, a partir de 2023, havia a possibilidade de os repasses voltarem a cair para R$ 220, como estava previsto desde o momento em que o Governo Federal lançou o programa social. Até então a sanção da MP, os recursos do Auxílio Brasil advinham da PEC dos Precatórios.

Publicidade

Publicidade

Vale comentar que o Ministério da Economia afirma que, com o novo valor mínimo e permanente, será preciso cerca de R$ 90 bilhões por ano para ser possível bancar o programa social. Afinal de contas, o principal objetivo do Auxílio Brasil é garantir a renda básica às milhões de famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Ainda na última quarta-feira do dia 18 de maio, os pagamentos começaram a ser feitos para os beneficiários do Auxílio Brasil.

Calendário de pagamentos do Auxílio Brasil em maio de 2022

Os pagamentos do Auxílio Brasil referentes ao mês de maio já começaram a ser realizados à população que participa do programa social. Neste período, aproximadamente 18 milhões de famílias deverão ser contempladas com os R$ 400.

A seguir, você confere o calendário de pagamentos do Auxílio Brasil em maio de 2022.

Número final do NIS Data de depósito
1 18 de maio
2 19 de maio
3 20 de maio
4 23 de maio
5 24 de maio
6 25 de maio
7 26 de maio
8 27 de maio
9 30 de maio
0 31 de maio

É importante estar atento às datas de pagamento para receber o valor e evitar perder o benefício por não movimentar o valor.

Quem deverá receber o Auxílio Brasil em maio de 2022?

O Auxílio Brasil é um programa social voltado a ajudar famílias que vivem em situação de extrema pobreza e comprovem renda familiar mensal per capita de até R$ 105. Da mesma forma, devem ser contempladas com o programa famílias em situação de pobreza com renda familiar per capita entre R$ 105,01 e R$ 210.

Publicidade

Publicidade

As famílias são incluídas no Auxílio Brasil por meio do registro no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Para isso, é preciso que os dados tenham sido atualizados há dois anos, no máximo.

Como evitar o bloqueio do Auxílio Brasil?

Para manter o benefício e evitar que seja bloqueado, é requerida uma frequência mínima de 60% da carga horária escolar mensal para crianças entre quatro e cinco anos de idade; ou 75% da carga horária escolar mensal para os beneficiários com idade entre seis e 17 anos e 18 a 20 anos de idade incompletos que não tiverem concluído a educação básica.

Também é preciso que a família esteja em dia com calendário nacional de vacinação instituído pelo Ministério da Saúde, bem como mantendo o acompanhamento do estado nutricional dos beneficiários que tenham até 7 anos de idade incompletos.

Além disso, é preciso informar ao sistema do CadÚnico as seguintes situações:

  • Morte de um membro da família;
  • Nascimento de um novo membro da família;
  • Novo emprego de um componente familiar;
  • Demissão de um dos membros da família;
  • Mudança de algum dos moradores da casa;
  • Novo morador na casa;
  • Mudança de escola do(s) filho(s).
Publicidade

Veja também: Auxílio Brasil tem cinco novos pagamentos nesta semana; descubra quem recebe

Publicidade

Elouise LopesRedatora WebGo Content e bacharelanda em Comunicação Organizacional na UTFPR. Fã de café à meia noite e amante de fotografia de paisagens naturais.
Veja mais ›
Fechar