Auxílio Emergencial 2021: Divulgado passo a passo para Inscrição. Entenda!

O auxílio emergencial foi prorrogado pelo governo por mais quatro meses em 2021. As parcelas do benefício devem ser pagas automaticamente aos brasileiros já cadastrados no ano passado. Além disso, também será possível que trabalhadores informais ou pessoas desempregadas realizem novas inscrições para receber o auxílio.

Porém, quem estava recebendo o benefício em 2020 e teve os pagamentos cancelados, não poderá receber o novo auxílio emergencial. Segundo o Ministério da Cidadania, serão pagas quatro parcelas com valores entre R$ 150 e R$ 375. 





Os valores recebidos dependerão da formação familiar do beneficiário. Confira abaixo como será a nova regra de distribuição do benefício:

  • Beneficiários que moram sozinhos receberão R$ 150;
  • Famílias com mais de uma pessoa, chefiadas por homens receberão R$ 250;
  • Famílias chefiadas por mulheres receberão R$ 375.

As novas regras do auxílio emergencial estabelecem que o benefício só será pago a famílias com renda total de até três salários mínimos por mês. Mas além da renda total, é preciso ficar atento à renda por pessoa, que deve ser inferior a meio salário mínimo.

Quanto aos participantes do Bolsa Família, a regra de que o beneficiário pode escolher entre o valor mais vantajoso continua. Ou seja, se o valor do auxílio emergencial foi maior do que o do programa, o beneficiário pode optar pelo primeiro, por exemplo.





aplicativo e dinheiro do auxílio emergencial

Inscrições para o auxílio emergencial

Para se inscrever no auxílio emergencial e receber mais quatro parcelas do benefício em 2021, o trabalhador deve ter CPF e estar regular perante a Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil – exceto trabalhadores imigrantes e famílias participantes do Bolsa Família.

Quem se enquadrar nas regras do auxílio, estiver inscrito no CadÚnico ou for beneficiário do Bolsa Família, receberá o benefício automaticamente. Mas quem ainda não é inscrito, basta realizar o cadastro no aplicativo ou site do auxílio emergencial.

O cadastro será analisado e o resultado da solicitação poderá ser acompanhado pelo site ou aplicativo do benefício. Quando aprovado, o beneficiário deverá a Conta Poupança Social, no aplicativo Caixa Tem, e utilizar o valor recebido.

Quem não receberá o auxílio em 2021?

Existem alguns grupos que não têm direito a receber o auxílio emergencial. Confira abaixo a lista completa, de acordo com informações do Ministério da Cidadania:

  • Menores de 18 anos – exceto mães adolescentes;
  • Pessoas que trabalham de carteira assinada ou que recebem algum benefício do governo (exceto o Bolsa Família e o abono salarial);
  • Quem não movimentou os valores do Auxílio Emergencial pago no ano passado;
  • Quem teve o Auxílio de 2020 cancelado até dezembro do ano passado;
  • Estagiários e residentes médicos, multiprofissionais e quem recebe bolsa de estudos ou similares;
  • Quem teve renda tributável acima de R$ 28.559,70 em 2019;
  • Quem recebeu rendimentos isentos em 2019, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte acima de R$ 40 mil;
  • Pessoas que, em 31 de dezembro de 2019, tinham propriedade de bens e direitos em valor total superior a R$ 300 mil;
  • Presos em regime fechado ou cuja família recebe auxílio-reclusão;
  • Dependentes no IR de 2019 de pessoas enquadradas nos itens 6, 7 e 8 que tenha renda familiar mensal por pessoa acima de meio salário mínimo;
  • Pessoas que moram no exterior.

Controle de dados e segurança

Para evitar fraudes, o Ministério da Cidadania realizará análises mensais dos critérios e regras de elegibilidade do benefício. Quem não cumprir todos os requisitos, terá o benefício cancelado. Além disso, o governo realizará um filtro nos inscritos no banco de dados do ministério, e o principal critério é a renda dos cadastrados. 

A criação de políticas públicas que incluam o compartilhamento de informações em bases de dados, e o aprimoramento nos processos de verificação de informações no CadÚnico serão o foco dos ministérios da Justiça e Cidadania durante o pagamento do benefício.

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Luterana do Brasil de Canoas/RS. Repórter, apresentadora, roteirista e redatora, com experiência em rádio, televisão e online.
FacebookInstagramLinkedinWikipédia

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário