Auxílio Emergencial 2021: CALENDÁRIO definido para as 4 parcelas do benefício – Confira!

Governo anuncia calendário do auxílio emergencial 2021. Beneficiários começam a receber o benefício a partir do dia 16 de abril. Este ano o pagamento será realizado em quatro parcelas.

Auxílio emergencial

Foi anunciado pelo Ministério da Cidadania o calendário de pagamento do auxílio emergencial.

De acordo com as informações oficiais divulgadas, recebem os primeiros pagamentos os cidadãos que participam do Bolsa Família e que são elegíveis ao auxílio emergencial concedido em 2021.

pagamento auxílio emergencial
Pagamentos iniciam no próximo mês

Os primeiros pagamentos serão realizados a partir do dia 16 de abril de acordo com o dígito final do Número de Inscrição Social, ou seja, o NIS do beneficiário.

Sendo assim, o calendário de pagamento será feito da seguinte forma:

  • NIS terminado em 1: 16/04, 18/05, 17/06 e 19/07;
  • NIS terminado em 2: 19/04, 19/05, 18/06 e 20/07;
  • NIS terminado em 3: 20/04, 20/05, 21/06 e 21/07;
  • NIS terminado em 4: 22/04, 21/05, 22/06 e 22/07;
  • NIS terminado em 5: 23/04, 24/05, 23/06 e 23/07;
  • NIS terminado em 6: 26/04, 25/05, 24/06 e 26/07;
  • NIS terminado em 7: 27/04, 26/05, 25/06 e 27/07;
  • NIS terminado em 8: 28/04, 27/05, 28/06 e 28/07;
  • NIS terminado em 9: 29/04, 28/05, 29/06 e 29/07;
  • NIS terminado em 0: 30/04, 31/05, 30/06 e 30/07.

Vale ressaltar que as datas de pagamento para outros grupos contemplados com o benefício ainda não foram divulgadas.

Valores

O valor oferecido pelos novos pagamentos do auxílio emergencial podem variar de acordo com a composição familiar informada pelos beneficiários durante a implementação do programa.

Sendo assim, os valores das quatro parcelas ficaram definidos da seguinte forma:

  • Famílias recebem R$250,00;
  • Famílias monoparentais dirigidas por uma mulher solteira receberão R$375,00;
  • Quem mora sozinho receberá R$150,00.

Os pagamentos serão feitos pelo aplicativo Caixa TEM diretamente na poupança social do beneficiário.

Regras

A proposta feita para a concessão do auxílio emergencial em 2021 sofreu algumas alterações em relação ao ano passado. 

Este ano, apenas 45 milhões de brasileiros receberão o benefício, incluindo famílias com renda máxima de três salários mínimos por pessoa.

Além disso, a lista de pessoas que não podem receber o auxílio emergencial 2021 também é longa. Confira:

  • Trabalhador com carteira assinada;
  • Beneficiários do INSS;
  • Quem recebeu o auxílio emergencial em 2020 e não usou o dinheiro;
  • Quem teve o benefício cancelado em 2020;
  • Residentes médicos, multiprofissionais, beneficiários de bolsas de estudo, estagiários e similares;
  • Menores de 18 anos, menos mães adolescentes presidiárias;
  • Quem obteve rendimentos tributáveis maior que R$ 28.559,70 em 2019;
  • Quem possuiu propriedade de bens ou direitos superior a R$ 300 mil em 2019;
  • Quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte superior a R$40 mil em 2019.

Para saber se você tem direito ao auxílio emergencial basta consultar o site do Dataprev e preencher as informações solicitadas.

Julia de Paula
Julia é formada em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo e, no momento, atua como redatora para o portal NoDetalhe. Ao longo da carreira, a jornalista tem se especializado em produção de conteúdo otimizado para motores de busca e conversão, além de gerenciamento de mídias sociais e marketing digital.
Linkedin

Deixe seu comentário