Auxílio Emergencial DF: Categorias de transporte receberão benefício por 3 meses

fila de vans de transporte escolar
Categoria de transportes do DF deve receber auxílio emergencial por três meses

O Governo do Distrito Federal concedeu auxílio emergencial para três setores mais afetados pela pandemia do Covid-19: taxistas, profissionais do transporte escolar e de turismo da capital.

O Projeto de Lei Nº 1.862/ 21 foi aprovado pela Câmara Legislativa, com 16 votos favoráveis, nesta quarta-feira (14) em primeiro e segundo turnos.

Publicidade

Publicidade

O texto foi elaborado pela secretaria de Economia e de acordo com ele, os profissionais receberão três parcelas de R$ 600.

fila de vans de transporte escolar
Categoria de transportes do DF deve receber auxílio emergencial por três meses

Auxílio emergencial precisa de aprovação do Governador do DF

Vale saber que o Governador do DF precisa aprovar também sobre a possibilidade de transferência do benefício para o cônjuge ou filhos, caso o motorista tenha falecido durante a pandemia de Covid-19.

No entanto, para que o auxílio seja válido, é preciso seguir alguns critérios, como:

Publicidade

Publicidade

  • Estar devidamente cadastrado, em 31 de janeiro de 2020, no Cadastro de Permissionários/Concessionários da Secretaria de Estado de Transporte e Mobilidade do Distrito Federal (Semob);
  • Estar regularmente registrado, em 31 de janeiro de 2020, junto ao Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), na categoria de transporte escolar;
  • Não estar inscrito na dívida ativa do Distrito Federal.

Em entrevista para o site Agência Brasília, o governador afirma que a economia precisa cuidar dos profissionais afetados pela pandemia de coronavírus.

“São categorias muito afetadas pela pandemia; do mesmo modo que estamos cuidando de reforçar nosso sistema de saúde, é preciso cuidar da economia. Agradeço ao presidente da Câmara, deputado Rafael Prudente, e as demais parlamentares pela presteza na aprovação deste benefício”, revelou Rocha.

Auxílio já foi implementado em 2020

O auxílio que está em avaliação pelo Governador do DF dá seguimento ao programa que foi implementado pelo Governo do DF (GDF) em 2020, que pagou três parcelas de R$ 1.200 a R$ 1.707 aos proprietários de ônibus, micro-ônibus e outros veículos destinados ao transporte coletivo, escolar e de turismo.

Além disso, outros 1.505 profissionais receberam três parcelas de R$ 600.

O investimento total feito pelo GDF foi de, cerca de, R$ 10 milhões.

A nova etapa pretende beneficiar mais de 4,5 mil profissionais.

Para o secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, a aprovação do benefício é de grande importância.

Publicidade

Publicidade

Em entrevista para o site Agência Brasília, ele disse que “o governo já oferece ajuda financeira a cerca de 700 mil pessoas nesta pandemia. É uma forma de reduzir o impacto econômico nas famílias que mais precisam de ajuda”, disse Clemente.

É importante saber que o texto recebeu duas emendas dos deputados distritais e uma delas especificou a inclusão dos profissionais do turismo, que já haviam sido contemplados nas etapas pagas no último ano.

Auxílio emergencial 2020

No ano passado, o Governo do Distrito Federal investiu cerca de R$ 3,1 milhões para pagar o auxílio financeiro aos proprietários de veículos de transporte escolar e de turismo por mais três meses.

O auxílio foi concedido no mês de junho no valor de R$ 1,2 mil por mês, devido às medidas da pandemia de Covid-19.

Publicidade

No entanto, em outubro, a proposta era conceder o benefício de R$ 600 aos 1.505 profissionais e proprietários de ônibus escolar e micro-ônibus e outros veículos destinados ao transporte coletivo escolar das redes públicas e privadas de ensino, a partir da concessão ou permissão fornecida pela Secretaria de Transporte e Mobilidade.

Publicidade

O objetivo foi amparar esses profissionais afetados diretamente pela suspensão do funcionamento de escolas e universidades.

Fonte: Agência Brasília

Bruna SantosJornalista com mais de 7 anos de experiência. Atuou como redatora em jornais impressos, sites especializados em moda e agências de comunicação em Mogi das Cruzes, São Paulo e Goiânia. Fez parte da equipe voluntários da ONG Trupe do Riso, cuidando das redes sociais da instituição. Além de colaboradora da WebGo Content, atua na Agência Conect, especializada em comunicação e marketing para profissionais da Saúde.
Veja mais ›
Fechar