Auxílio Emergencial: Mais 206 mil famílias são incluídas pelo Governo – Veja se você faz parte!

A nova rodada do Auxílio Emergencial vem sendo alvo de críticas, tanto por apresentar significativa redução no valor, quanto por ter removido muitas pessoas da lista de beneficiários. Em meio a essa situação, o Governo Federal anunciou a inclusão de mais 206 mil famílias. Isso acontece porque os cadastros foram reavaliados e uma parte deles foi aprovada somente agora. 

De acordo com o que é estabelecido na Medida Provisória 1.039/2021, o benefício deverá ser pago a famílias que possuem renda mensal total de até 3 salários mínimos. Ao dividir essa renda pelo número de pessoas que moram na casa, o resultado precisa ser inferior a meio salário mínimo. 

Publicidade

Publicidade

Os órgãos responsáveis por fazer a análise dos dados socioeconômicos dos brasileiros que solicitaram o auxílio são o Dataprev e o Ministério da Economia. Vale ressaltar que apenas os cadastros enviados no ano passado foram considerados. Dessa forma, a regra de não abrir espaço para novas solicitações continua valendo. 

Homem colocando dinheiro no bolso

Verifique se vai receber

Às vezes você foi recusado na primeira análise, mas pode ter sido selecionado agora. Para tirar essa dúvida de uma vez por todas, basta acessar este site e preencher os espaços em branco com o CPF (Cadastro de Pessoa Física), data de nascimento, nome completo e nome da mãe. Em seguida o sistema mostrará o resultado. Caso seja positivo, também será possível ver qual o valor. 

Para quem ainda não sabe, o valor do Auxílio Emergencial 2021 não é o mesmo para todos. Na verdade, são três opções. O governo utiliza de alguns critérios para determinar quanto cada beneficiário deve receber. No geral, a distribuição vem sendo feita da seguinte forma: 

Publicidade

Publicidade

  • R$ 150 para pessoas que moram sozinhas 
  • R$ 250,00 para pessoas que moram acompanhadas 
  • R$ 375,00 para mães monoparentais 

Atenção, pessoas que recebem pelo Bolsa Família só vão ser contempladas pelo novo auxílio quando o valor superar o que é pago mensalmente por meio do programa. 

Calendário de pagamentos

Junto à decisão, o poder executivo divulgou também um calendário para organizar as datas dos pagamentos que se referem à primeira parcela do Auxílio Emergencial 2021. Este, por sua vez, é voltado para as pessoas que foram recém-incluídas. 

Tal como vem acontecendo com quem já tinha sido contemplado, a ordem de pagamentos varia conforme o tipo de beneficiário. Aqueles que são trabalhadores autônomos devem ter como referência o mês de aniversário.

Já os que participam do programa Bolsa Família precisam se atentar ao último dígito do Número de Identificação Social (NIS).  

Confira abaixo o dia exato em que deve ocorrer cada depósito: 

NIS 1

  • 1ª parcela: 16/4
  • 2ª parcela: 18/5
  • 3ª parcela: 17/6
  • 4ª parcela: 19/7

NIS 2

  • 1ª parcela: 19/4
  • 2ª parcela: 19/5
  • 3ª parcela: 18/6
  • 4ª parcela: 20/7

NIS 3

  • 1ª parcela: 20/4
  • 2ª parcela: 20/5
  • 3ª parcela: 21/6
  • 4ª parcela: 21/7

NIS 4

  • 1ª parcela: 22/4
  • 2ª parcela: 21/5
  • 3ª parcela: 22/6
  • 4ª parcela: 22/7

NIS 5

  • 1ª parcela: 23/4
  • 2ª parcela: 24/5
  • 3ª parcela: 23/6
  • 4ª parcela: 23/7

NIS 6

  • 1ª parcela: 26/4
  • 2ª parcela: 25/5
  • 3ª parcela: 24/6
  • 4ª parcela: 26/7

NIS 7

  • 1ª parcela: 27/4
  • 2ª parcela: 26/5
  • 3ª parcela: 25/6
  • 4ª parcela: 27/7

NIS 8

  • 1ª parcela: 28/4
  • 2ª parcela: 27/5
  • 3ª parcela: 28/6
  • 4ª parcela: 28/7

NIS 9

  • 1ª parcela: 29/4
  • 2ª parcela: 28/5
  • 3ª parcela: 29/6
  • 4ª parcela: 29/7

NIS 0

  • 1ª parcela: 30/4
  • 2ª parcela: 31/5
  • 3ª parcela: 30/6
  • 4ª parcela: 30/7

Para o público geral que será incluído nessa nova leva de beneficiários do Auxílio Emergencial, os pagamentos ficaram estabelecidos nas seguintes datas, conforme o mês de nascimento:

  • Janeiro: 16/5
  • Fevereiro: 19/5
  • Março: 23/5
  • Abril: 26/5
  • Maio: 28/5
  • Junho: 30/5
  • Julho: 2/6
  • Agosto: 6/6
  • Setembro: 9/6
  • Outubro: 11/6
  • Novembro: 13/6
  • Dezembro: 16/6

Serviço  

Publicidade

Publicidade

Mesmo que você ainda tenha dúvidas sobre a inclusão de mais famílias no Auxílio Emergencial 2021, não é necessário ir até uma agência para solucionar. Ao invés disso, entre em contato com a Central de Atendimento da Caixa Econômica Federal, pelo número 111. O horário de atendimento é das 7h às 22h, de segunda-feira a domingo. 

Saiba ainda que o pagamento do benefício será feito por meio da conta poupança social, aberta no aplicativo Caixa Tem. A ferramenta pode ser usada com ou sem conexão com a internet, e permite fazer diversas movimentações financeiras. 

Você também pode se interessar: Revisão do Pis/Pasep: Você sabia que isso é possível? Entenda como funciona!

Ludmila Catharina
Uma jornalista de 23 anos, nascida e criada no quadradinho. Encantada por literatura e todas as formas de comunicação. Antes de atuar como redatora, participei dos programas de estágio do Ministério da Justiça, da Defensoria Pública do Distrito Federal e da Câmara dos Deputados. Atualmente, ocupo o papel de estudante, mais uma vez, fazendo especialização em Comunicação Organizacional e Estratégias Digitais no Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB).
Linkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário