Auxílio Emergencial PR já pagou R$ 10,3 milhões para 28 mil empresas

Segundo o governo do Paraná, mais de 28 mil empresas do estado já receberam receberam o Auxílio Emergencial PR, programa estadual voltado a microempresas e microempreendedores individuais (MEIs) de alguns setores específicos.

Anunciado em abril pelo governo do Estado, o programa já pagou R$ 10,3 milhões em recursos para empreendedores que foram diretamente prejudicados pela pandemia de covid-19. Os dados são de um balanço divulgado na terça-feira (03/08).

Publicidade

Publicidade

Em junho, logo na primeira semana de funcionamento da plataforma do auxílio emergencial, o governo do Paraná já havia registrado mais de 11 mil cadastros no site. Atualmente, são 34 mil empresas paranaenses cadastradas no portal, mas algumas ainda não pediram acesso ao benefício.

auxílio emergencial paraná
José Carlos foi um dos microempresários contemplados pelo Auxílio Emergencial PR. Foto: Gilson Abreu/AEN

O Auxílio Emergencial PR é de R$ 1.000 para microempresas e de R$ 500 para MEIs, com parcelas mensais de R$ 250 em ambos os casos. Conforme destacou Renê Garcia Junior, secretário da Fazenda do Paraná, apesar de não ter um valor muito alto, a iniciativa ajuda as empresas nesta momento de incertezas.

A manutenção das empresas é importante para preservar a questão da geração de emprego e renda e de sua produção, e entendemos que isso pode ser muito importante para a própria saúde financeira de cada estabelecimento beneficiado”, declarou o secretário.

A microempresária Cinthia Mara Pinheiro é uma das beneficiárias do programa. Cinthia tem um café em Curitiba desde 2019, e conta que o auxílio veio em uma boa hora. Segundo ela, o estabelecimento precisou fechar por um período por conta da pandemia, e mesmo após o retorno das atividades ainda não recuperou o movimento de antes.

Publicidade

Publicidade

No caso do microempresário José Carlos de Andrade Filho, o auxílio foi importante para pagar contas essenciais, como luz e internet, para manter o negócio em funcionamento.

Veja também: Retomada do comércio eleva esperança no setor, paranaenses são os mais confiantes

Empresas do Paraná têm até 10 de agosto para solicitar o auxílio emergencial

As empresas paranaenses que têm direito ao benefício e ainda não se cadastraram para receber os recursos ainda podem fazer a solicitação. O prazo para cadastro segue até o próximo dia 10 de agosto (terça-feira).

Entretanto, nem todas as microempresas do Estado poderão receber o auxílio emergencial, pois o governo do Paraná priorizou as atividades mais afetados pela pandemia. Por isso, é preciso pertencer a um dos 27 setores da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAES) atendidos pelo programa para ter direito aos recursos.

Para saber se a empresa pode receber o benefício, é possível fazer uma consulta rápida no próprio site do programa. Basta acessar www.auxilioemergencial.pr.gov.br, digitar o número do CNPJ na tela inicial e clicar em “Consultar”.

Quem preferir também pode fazer a consulta pelo aplicativo Auxílio Emergencial PR, disponível para download gratuito na Google Play (Android) e na App Store (iOS). Em caso de dúvidas, basta ligar para o telefone 0800-642-6650 ou mandar e-mail para [email protected]

Como funciona o Auxílio Emergencial PR?

Publicidade

Publicidade

Caso a empresa tenha direito ao auxílio, é só fazer o cadastro na plataforma e clicar para transferir o saldo disponível para sua conta bancária. A transferência pode ser feita para conta de pessoa física, desde que esteja no nome do solicitante.

Mas como os pagamentos são mensais, é possível que o beneficiário precise esperar para ter saldo em conta. Vale lembrar que microempresas receberão quatro parcelas de R$ 250, enquanto MEIs terão direito a duas parcelas do mesmo valor.

Por isso, é importante consultar o portal do Auxílio Emergencial PR frequentemente para saber se há novas parcelas disponíveis pra transferência.

Além disso, em caso de erro na operação, o valor será estornado e o beneficiário terá que fazer a transferência novamente. Nesse caso, é recomendado informar uma conta bancária diferente ou entrar em contato com o seu banco.

Publicidade

Veja também: Paraná anuncia descontos e parcelamento de dívidas no IPVA, ICMS e ITCMD

Publicidade

Requisitos para receber o benefício

Conforme já destacamos, o Auxílio Emergencial PR é destinado a microempresas e MEIs diretamente afetados pela pandemia.

No caso das microempresas cadastradas no Simples Nacional, elas precisam estar registradas até o dia 31 de março de 2021 e ter faturamento anual de até R$ 360 mil. Para estas empresas, o auxílio será de R$ 1.000 (quatro parcelas de R$ 250).

Enquanto isso, para as empresas sem inscrição estadual o benefício será o mesmo oferecido para os MEIs: R$ 500, divididos em duas parcelas de R$ 250.

Publicidade

Publicidade

Quanto aos 27 setores do CNAES contemplados pelo Auxílio Emergencial PR, é possível conferir a lista completa neste texto.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná.

Felipe Matozo
Jornalista formado pelo Centro Universitário Internacional Uninter, repórter do Jornal O Repórter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário