Auxílio emergencial de R$900 em Santa Catarina será pago para mais 40 mil famílias em julho

Com a chegada da pandemia do coronavírus em terras brasileiras, muitas medidas foram adotadas para conseguir amenizar os danos dentro da economia, principalmente para muitas famílias que acabaram perdendo seus empregos ou tendo grande baque dentro da tenda mensal.

Uma das medidas adotadas pelo Governo foi o auxílio emergencial, do qual começou com o valor de R$600, porém, foi reduzido posteriormente para valores entre R$375 até R$150, modificando de acordo com o núcleo familiar.

Publicidade

Publicidade

Você sabia que no estado de Santa Catarina está sendo feita uma distribuição diferenciada? Veja aqui como vai funcionar e não perca tempo para se cadastrar, caso você esteja dentro dos padrões de pré requisitos.

Auxílio emergencial de R$900 em Santa Catarina será pago para mais 40 mil famílias em julho

Auxílio emergencial de R$900 em Santa Catarina será pago para mais 40 mil famílias em julho

Por meio da aprovação em plenário de unanimidade realizada pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina – ALESC -, da qual aconteceu nessa quarta-feira,o Governo do Estado dará mais um passo para aumentar os benefícios do SC Mais Renda.

Nessa quinta-feira irá começar o cadastramento dos profissionais que perderam seu vínculo forma de emprego durante o processo da pandemia, para assim, receberem esse auxílio emergencial.

Publicidade

Publicidade

O projeto tem como a intenção beneficiar os trabalhadores dos setores de alimentação, de hospedagem, de eventos, de artes cênicas, de turismo, e de transporte público, incluindo também as pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social.

É esperado que mais ou menos 67 mil famílias sejam beneficiadas no estado de Santa Catarina. As demais informações para fazer o cadastramento estão disponíveis a partir dessa quinta-feira.

O SC Mais Renda é conhecido como o auxílio emergencial próprio do estado de Santa Catarina, do qual vai disponibilizar mais acessibilidade e benefícios para os moradores do estado, principalmente aqueles que tiveram uma grande perda durante a pandemia.

A intenção principal é a de agilizar o apoio financeiro para as famílias e assim, atender aqueles que precisam de mais atenção nesse momento.

O valor, do qual terá o valor total de R$900, será dividido entre três parcelas mensais de R$300.

Posicionamento do governo

Conforme declarado pelo secretário do Desenvolvimento Social, Claudinei Marques: “Esse foi um grande gesto de solidariedade do Governo do Estado para com aqueles que mais necessitam. Um dia muito especial. Estão de parabéns todos os parlamentares”.

Publicidade

Publicidade

Já o líder do Governo, que é o deputado José Milton Scheffer, deixou como destaque essa tramitação, que aconteceu de maneira rápida, sendo um dos projetos de mais alta importância, visto que vai levar mais qualidade de vida e condições para as pessoas que estão em condição de necessidade atualmente.

Foi informado que depois da aprovação do cadastro diretamente na Secretaria de Desenvolvimento Social, serão feitas as distribuições de cartões magnéticos para aqueles que forem contemplados com o benefício em questão.

A intenção é que essa utilização acontece da melhor maneira para o beneficiário em questão, sem demais transtornos para quem já teve demais danos causados pela pandemia.

Esses cartões serão entregues com muita rapidez e segurança, diminuindo assim a carência de vários moradores do estado de Santa Catarina.

Onde poderão ser usados?

Publicidade

Depois da aprovação do cadastro diretamente com a Secretaria de Desenvolvimento Social, será feita a distribuição dos cartões magnéticos para os beneficiários. Por meio deles, os cartões podem ser usados em supermercados, mercearias, padarias, quitandas, açougues, farmácias e uma série de possibilidades, até mesmo em postos de combustíveis.

Publicidade

É importante destacar que não há a possibilidade de fazer o saque desse valor. O valor da primeira parcela está previsto para o final de julho.

Quem serão as famílias beneficiadas?

Receberam o direito ao uso do cartão aquelas famílias que:

  • Estejam registradas no Cadastro Único (CadÚnico),
  • Que não recebam nenhum tipo de auxílio do Governo Federal,
  • Pessoas desempregadas nos setores ligados à alimentação, alojamento, promoções, eventos e turismo.
  • E por fim, pessoas que trabalhavam no transporte coletivo e que perderam seus empregos.

O Governo catarinense já deixou a disposição da população várias linhas de crédito, além de alguns programas de incentivo e demais subsídios para aumentar a economia do estado, sendo que no momento, está disponibilizando cerca de R$60 milhões para atender essas pessoas que perderam seus empregos e estão em situação de vulnerabilidade social.

Publicidade

Publicidade

O SC Mais Renda é um programa do Governo do Estado de Santa Catarina, do qual atual por meio das seguintes secretarias:

  • Secretarias de Estado do Desenvolvimento Social (SDS) e
  • Fazenda (SEF),
  • Com apoio das Secretarias de Estado da Administração (SEA),
  • Casa Civil,
  • Controladoria Geral do Estado (CGE),
  • Secretaria Executiva de Comunicação (SEC),
  • CIASC e administrações municipais.

Confira mais notícia sobre auxílios:

Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário