Auxílio Emergencial: Trabalhador formal pode receber benefício – Entenda a condição!

O Auxílio Emergencial foi criado no ano passado com o intuito de dar amparo financeiro aos autônomos, já que a maioria deles perdeu a principal fonte de renda com a chegada da pandemia no Brasil. Mas isso você já deve saber. 

O que nem todo mundo sabe é que o trabalhador formal também pode ter direito a receber o dinheiro na nova rodada de pagamentos, desde que esteja em conformidade com as condições estabelecidas. 

A decisão partiu do Ministério da Cidadania. O órgão explicou que vem registrando muitas queixas de cidadãos empregados e que, todavia, estão sem receber o salário há meses. Com o objetivo de amenizar o problema, eles passam a integrar a lista de possíveis beneficiários daqui em diante. 

pessoa com dinheiro nas mãos

Agora cabe ao Datraprev analisar a situação econômica de cada cidadão individualmente, com base no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Para isso, o Ministério da Cidadania inovou no controle de fiscalização de dados utilizado, sob comando do governo, que consegue identificar a parcela mais vulnerável da população, para quem será depositado o novo Auxílio Emergencial.  

As medidas possibilitam o repasse dos valores maneira mais justa e sem fralde. Em contrapartida, sabe-se que houve um corte significativo na quantidade de beneficiários. No ano passado 22,6 milhões de pessoas a mais foram contempladas, em comparação ao número previsto para 2021. 

Como saber se eu vou receber?

Nesse caso, o principal requisito é estar sem receber salário há pelo menos três meses. Mas saiba que outras características socioeconômicas vão ser analisadas simultaneamente para definir se você deve, ou não, ter o benefício. Uma delas é a renda familiar per capta. 

Como essa análise vinha sendo feita há um tempo, já é possível saber se vai receber o Auxílio Emergencial 2021. Quem quiser obter essa informação deve abrir o site da Dataprev e preencher os campos em branco com o número de CPF, o nome próprio completo e o nome da mãe.  

Aqueles que forem aprovados também vão receber o Auxílio Emergencial em quatro parcelas, por meio da conta social da Caixa Econômica Federal, associada ao aplicativo Caixa Tem.

Se ocorrer de você estar dentro dos critérios e ter o benefício negado, existe a opção de contestar. Esse procedimento pode ser solicitado no mesmo site, dentro do prazo de dez dias após a divulgação do resultado. 

Quando e quanto será pago?

Como foi mencionado, o pagamento do Auxílio Emergencial 2021 está fixado em quatro parcelas, que devem ser repassadas nos próximos meses, começando agora em abril e terminando em julho de 2021.  

Até então, a previsão é de que os trabalhadores formais sem salário possam fazer o saque do dinheiro nas mesmas datas propostas pelo calendário geral, levando em conta o mês de aniversário. 

Diferente do que aconteceu ano passado, desta a vez não se trata de um valor único. Depende da composição familiar e da renda acumulada entre todos. Confira a seguir quais os critérios adotados para saber quanto você pode receber: 

  • R$ 150 para pessoas que moram sozinhas 
  • R$ 250 para famílias com uma ou mais pessoas 
  • R$ 375 para mulheres chefes de família 

Você pode se interessar: Vagas de Emprego: JBS tem oportunidades para vários estados do país

Ludmila Catharina
Uma jornalista de 23 anos, nascida e criada no quadradinho. Encantada por literatura e todas as formas de comunicação. Antes de atuar como redatora, participei dos programas de estágio do Ministério da Justiça, da Defensoria Pública do Distrito Federal e da Câmara dos Deputados. Atualmente, ocupo o papel de estudante, mais uma vez, fazendo especialização em Comunicação Organizacional e Estratégias Digitais no Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB).
Linkedin

Deixe seu comentário