Bancos aumentam taxa do Pix para contas PJ e custa até R$ 150

A partir de agora as taxas do Pix para contas PJ ficarão mais caras. Porém, o serviço continuará gratuito para pessoas físicas. Caixa Econômica Federal, Nubank, Banco Inter e C6 Bank podem garantir a isenção para contas empresariais, mas o Itaú, Bradesco e Banco do Brasil poderão cobrar até R$ 150 por operação.

De acordo com o BC, apenas Microempreendedores Individuais (MEI) e Empresários Individuais (EI) não serão taxados pelo serviço. Já quem possui CNPJ fora das categorias citadas, está sujeito a pagar a tarifa pelas transferências e recebimentos no Pix.

Publicidade

Publicidade

Os valores podem variar para recebimento e envio pelo sistema de transferências instantâneas. Pode haver taxas fixas ou percentuais sobre o valor total da transação, mas os preços podem diminuir ou até zerar, dependendo do banco e dos planos contratados pela pessoa jurídica.

taxas do Pix para contas PJ

Valor das taxas do Pix para contas PJ

O site Tecnoblog realizou um levantamento sobre as tarifas do Pix nos maiores bancos brasileiros. A apuração do portal foi realizada com base na tabela geral de taxas divulgadas pelas instituições financeiras.

Veja abaixo a lista de taxas do Pix para contas PJ:

Publicidade

Publicidade

  • Itaú: cobra no recebimento até 1,45% do valor da transação, com taxa mínima de R$ 1 e máxima de R$ 150;
  • Banco do Brasil: pode cobrar até R$ 140 por transação do Pix;. Outros bancos
  • Safra e Bradesco: taxam vendas via QR code, com cobranças de 1,3% e 1,4% e com o teto de R$ 150 e R$ 145, respectivamente;
  • PagSeguro: cobra até 1,89% do valor da transação em vendas online via QR Code, sem cobrança máxima definida, mas não tarifa recebimentos não comerciais;
  • Banrisul, Caixa Econômica Federal, Banco Inter e Nubank: não cobram taxa nem pelo envio e nem pelo recebimento via Pix nas contas jurídicas;
  • C6 Bank: oferece gratuidade às contas PJ para o serviço, mas com prazo limite até 30/04/2023 para maquininhas ou comércios eletrônicos. Após essa data, o custo será zero apenas para até 100 transações por mês e R$ 0,15 por operação excedente.

Benefícios do Pix para empresas

Apesar do aumento nas taxas do Pix para contas PJ, o sistema de transferências instantâneas do Banco Central oferece diversos benefícios às empresas. Se você não aderiu à tecnologia, mas ficou interessado, ou já a utiliza, mas ainda não conhece todos as vantagens, veja abaixo a lista de benefícios comerciais do Pix:

  • Agilidade no pagamento e recebimento: ao utilizar o Pix, você paga e recebe valores na hora. Com o sistema, você não precisa pedir os dados bancários completos da empresa, basta solicitar a chave Pix e fazer a transação de forma rápida e segura;
  • 24 horas por dia, 7 dias por semana: o Pix não “tira folga”, e este é um dos principais benefícios que o sistema oferece às pequenas empresas que vendem direto ao consumidor. Dessa forma, é possível realizar uma venda a qualquer momento e eliminar as burocracias, o que também auxilia a melhorar a qualidade do atendimento;
  • Maior controle de fluxo de caixa: ao receber pagamentos instantaneamente, os empreendedores conseguem investir em capital de giro mais rapidamente, sem precisar esperar compensações de boletos ou cartões de crédito.

Agora que você já sabe mais sobre o Pix, pode decidir se vai utilizar o sistema e quais os benefícios ele trará ao seu negócio.

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Luterana do Brasil de Canoas/RS. Repórter, apresentadora, roteirista e redatora, com experiência em rádio, televisão e online.
FacebookInstagramLinkedinWikipédia

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário