População brasileira ficou 10% mais pobre em 2021

Pesquisa aponta queda na renda média per capita dos brasileiros. Inflação e outros fatores estão entre os principais motivos.

Pesquisa

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas apontou que a renda média domiciliar por pessoa dos brasileiros foi de R$1.065 no primeiro trimestre de 2021.

Publicidade

Publicidade

Em comparação com o mesmo período do ano passado houve uma queda de 10%, sendo o quarto trimestre consecutivo de redução.

Apesar do crescimento econômico esse fator não implica no aumento da renda da população, da mesma forma que o ligeiro crescimento do Produto Interno Bruto e a abertura de 873 mil vagas formais também não influencia.

Renda média do brasileiro está cada vez mais baixa

Mesmo com a queda dos rendimentos houve melhora significativa na desigualdade da renda do trabalho em comparação com o pior momento para o indicador obtido entre o segundo e terceiro trimestres de 2020.

Publicidade

Publicidade

Diante da melhora na desigualdade a renda ainda pode ser problemática, pois ainda existe muita gente para ser absorvida pelo mercado de trabalho.

Economia

De acordo com levantamento, a política econômica adotada por Paulo Guedes, atual ministro da Economia, foi um dos principais fatores para o aumento do nível de pobreza entre os brasileiros.

Além disso, na gestão do presidente Jair Bolsonaro houve aumento da inflação e recorde de desemprego, que no primeiro trimestre chegou a 15% da população, ou seja, cerca de 14,8 milhões de cidadãos.

Desemprego

A população que se encontra empregada está sujeita a processos de reajuste salarial. De acordo com o boletim Salariômetro da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da Universidade de São Paulo, cerca 61,6% negociações salariais foram feitas coletivamente entre patrões e empregados somente de janeiro a abril deste ano.

Os reajustes médios ficaram abaixo da inflação e, consequentemente, os trabalhadores formais se tornaram mais pobres e não conseguem manter a renda estável. 

Inflação

O pesquisador Daniel Duque explicou que a aceleração da inflação não permite que os reajustes suportem os ganhos e, nos últimos meses, esse processo se deu em cerca de 8,90%.

Publicidade

Publicidade

No entanto, cerca de 25,4% dos acordos coletivos repuseram a alta de preços. Já 13% das negociações garantiram reajustes acima do Índice Nacional de Preços ao Consumidor.

O trabalho de Duque teve como base a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. O estudo leva em consideração o rendimento obtido com a renda obtida em diversas atividades.

Outros fatores

Apesar disso, a pesquisa não considera outros fatores, pois a divulgação é realizada somente no fim do ano fechado. Alguns desses dados são sobre benefícios sociais, aposentadorias e pensões e rendimentos de aluguel.

O cálculo da renda domiciliar per capita média feita por Duque considerou a soma dos rendimentos do trabalho dividida pelo número de pessoas na residência.

Publicidade

Ainda sobre a inflação, fatores como aumento de preços dos alimentos e combustíveis influenciaram na renda da população, especialmente pela valorização das commodities ocasionada pela recuperação da economia global com a redução do impacto da pandemia em outros países.

Publicidade

Também teve influência na renda o aumento nas contas de energia elétrica por conta da seca histórica.

Além disso, mudanças na coleta de dados do Pnad também pode ter impactado durante a pandemia, pois foi realizada por telefone.

Julia de Paula
Julia é formada em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo e, no momento, atua como redatora para o portal NoDetalhe. Ao longo da carreira, a jornalista tem se especializado em produção de conteúdo otimizado para motores de busca e conversão, além de gerenciamento de mídias sociais e marketing digital.
Linkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário