Caçadores são detidos com armas e aves silvestres abatidas em Garanhuns

Cães de caça eram transportados sem ventilação na caçamba coberta de uma caminhonete

Dois caçadores, de 36 e 40 anos, que transportavam duas espingardas e três aves silvestres abatidas, foram detidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nesta sexta-feira (20), na BR 424, em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. Dois cães de caça da raça Perdigueiro eram transportados sem ventilação dentro da caçamba coberta de uma caminhonete.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O flagrante aconteceu durante a abordagem ao veículo no quilômetro 91 da rodovia. Ao verificar o interior da caminhonete, foram encontradas duas espingardas calibre .28 e 73 munições, sendo 14 deflagradas, além de três aves da espécie Codornas do Nordeste.

Os homens informaram que haviam passado a manhã caçando aves na zona rural de Terezinha, um município vizinho de Garanhuns. Eles não portavam o documento de porte obrigatório das armas.

A dupla foi detida e encaminhada à delegacia de Polícia Civil de Garanhuns. Eles devem responder por porte ilegal de arma de fogo, crime ambiental e maus tratos de animais.

Empresário morre após ser atropelado em frente a CEACA

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
divulgação

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar