Caixa passará a enviar mensagens sobre programas de benefício pelo Whatsapp

A Caixa Econômica Federal e o WhatsApp fecharam parceria, inédita no mundo, para o envio de mensagens sobre o benefício auxílio emergencial.

A partir dos próximos dias, os beneficiários do programa do governo federal receberão informações sobre as datas de depósitos, de pagamento e de saque no celular.  O usuário não terá nenhum custo para receber as informações.

Publicidade

Publicidade

Caixa e WhatsApp criam parceria para divulgar informações do auxílio emergencial
Caixa e WhatsApp criam parceria para divulgar informações do auxílio emergencial

Caixa quer garantir o acesso à informação

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, revela que essas mensagens visam garantir o acesso à informação a beneficiários que, muitas vezes, não tem acesso à internet e nem condições de entrar no site para tirarem dúvidas e fazerem consultas.

Muitas das pessoas que vão receber essas mensagens de graça são pessoas mais humildes, que não teriam condições normalmente [de receber os avisos]. A parceria vem de ter o Whatsapp, que é o maior programa de comunicação por celular do mundo e a Caixa, um banco com 146 milhões de contas ativas”, explicou.

O canal do WhatsApp será utilizado para informar os beneficiários sobre a disponibilidade do valor e a liberação para saque em dinheiro, entre outros serviços.

Nesta mensagem, o cidadão poderá ter acesso à data dos calendários de crédito e saque do benefício. A previsão é que 500 milhões de mensagens sejam enviadas.

Publicidade

Publicidade

O banco informa que os beneficiários cadastrados no aplicativo caixa Tem devem receber mensagens do número 0800-726-0207.

O envio será feito de maneira escalonada e, somente após a aceitação do beneficiário, é que as informações serão divulgadas por este canal.

O conteúdo será enviado regularmente aos que aceitarem o serviço e o usuário poderá habilitar ou desabilitar o recebimento dos avisos.

Estratégia da Caixa

Além disso, Guimarães afirma que a parceria com o aplicativo de mensagens instantâneas vai melhorar o fluxo de informações para os beneficiários do auxílio emergencial e para as pessoas dos demais programas sociais do governo federal.

Este novo serviço também vai ser muito importante para a estratégia da Caixa de oferecer microcrédito para os clientes da conta poupança digital, que terão condições de obter recursos com uma taxa de juros reduzida, que será a menor do Brasil em microcrédito”, diz o presidente.

O executivo de Políticas Públicas do WhatsApp no Facebook Brasil, Dario Durigan, completa:

O WhatsApp tem muito orgulho de participar de uma iniciativa pioneira e de impacto social tão significativo como essa, contribuindo ativamente para uma comunicação simples, segura e acessível com os beneficiários do auxílio emergencial. Em um momento tão delicado como este, é muito importante que os beneficiários evitem aglomerações e tenham informações confiáveis de forma fácil, na palma da mão”, destaca.

É importante ressaltar que a Caixa não vai solicitar nenhum dado pessoal do beneficiário ou senha pelo WhatsApp.

Publicidade

Publicidade

O banco ressalta que em caso de dúvidas, o beneficiário deve usar única e exclusivamente seus canais oficiais para buscar informações e acessar seus serviços. Por isso, jamais compartilhe seus dados pessoais, como login e senha.

Dicas da Caixa

Para não ser enganado, é muito importante se atentar às dicas que a Caixa separou:

  • Verifique o selo de autenticidade do canal da Caixa no WhatsApp;
  • Desconfie da solicitação de dados ou informações pessoais de contatos que podem se passar pelo banco;
  • Tenha certeza de que o endereço do site, o aplicativo instalado no seu celular e os perfis nas redes sociais são os canais oficiais da instituição;
  • Não forneça senhas ou dados de usuário em sites, ou aplicativos não oficiais.
  • Lembre-se de que a Caixa não envia SMS nem mensagem no WhatsApp com links. Ela só envia e-mails após autorização do cliente;
  • Nunca clique em links suspeitos, que podem levar à instalação de programas espiões, que ficam ocultos no celular ou computador, coletando informações de navegação e dados do usuário;
  • Fique atento a qualquer atividade e situação não usual e, principalmente, não clique em links recebidos por SMS, WhatsApp ou redes sociais para acesso ou desbloqueio de contas, atualização de cadastro e valores a receber;
  • Desconfie sempre de informações sensacionalistas e de “oportunidades imperdíveis”;
  • Utilize sempre navegadores e antivírus atualizados;
  • Saiba que a Caixa não pede senha e assinatura eletrônica na mesma página;
  • Use somente o teclado virtual para digitar a sua assinatura eletrônica;
  • O banco não solicita ao cliente o desbloqueio ou cadastramento de novos dispositivos móveis (celulares);
  • A instituição não envia empregado ou motoboy para recolher cartões;
  • Fique atento ao ser abordado em redes sociais por perfis falsos se passando pela Caixa. Sempre verifique se o perfil é oficial.

Qualquer dúvida, entre em contato coma Caixa pelo www.caixa.gov.br ou em uma agência mais próxima.

Bruna Santos
Jornalista com mais de 7 anos de experiência. Atuou como redatora em jornais impressos, sites especializados em moda e agências de comunicação em Mogi das Cruzes, São Paulo e Goiânia. Fez parte da equipe voluntários da ONG Trupe do Riso, cuidando das redes sociais da instituição. Além de colaboradora da WebGo Content, atua na Agência Conect, especializada em comunicação e marketing para profissionais da Saúde.
FacebookInstagramLinkedinWikipédia

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário