Caixa vai abrir mais 268 agências até o fim do ano

Conhecida como o banco que tem maior alcance em território brasileiro, a Caixa Econômica Federal é lembrada como aquela que realiza a distribuição de alguns auxílios, de direitos do trabalhador e muito mais.

Você sabia que conforme demais previsões, a Caixa irá abrir mais de 269 agências até o final do ano?





Veja aqui como será feito esse projeto, quais serão as principais mudanças previstas, porque está sendo feita essa implementação e tudo que precisa saber sobre esse assunto.

Caixa vai abrir mais 268 agências até o fim do ano

Caixa vai abrir mais 268 agências até o fim do ano
Caixa vai abrir mais 268 agências até o fim do ano. Foto: Reprodução/Revista Oeste.

A Caixa Econômica Federal anunciou nessa última terça-feira, que seu plano de expandir mais agências possui a promessa de que mais 268 unidades sejam abertas: sendo 168 delas de varejo e 100 delas especializadas em agronegócio.

Conforme publicado pelo banco, cerca dessas 168 das unidades de varejo, 70 delas serão destinadas para serem abertas no nordeste, 50 no norte, 30 no sudeste, 14 no centro-oeste e por fim, 4 no sul.





Veja mais precisamente sobre os locais de abertura:

  • 24 no Maranhão,
  • 17 no Ceará,
  • 11 em Pernambuco,
  • 8 na Paraíba,
  • 4 na Bahia,
  • 2 no Piauí,
  • 2 no Rio Grande do Norte,
  • 1 em Sergipe,
  • 1 em Alagoas,
  • 28 no Pará,
  • 14 no Amazonas,
  • 4 em Rondônia,
  • 2 no Amapá.
  • 13 em São Paulo,
  • 7 em Minas Gerais,
  • 7 no Rio de Janeiro,
  • 3 no Espírito Santo,
  • 7 no Mato Grosso,
  • 5 no Mato Grosso do Sul,
  • 1 em Goiás.
  • 2 em Santa Catarina,
  • 1 no Paraná,
  • 1 no Rio Grande do Sul.

Conforme divulgado por Pedro Guimarães, que é o presidente do banco, de acordo com o plano de expansão, a Caixa terá sua presença em todos os municípios existentes no território brasileiro, dos quais a população é acima de 40 mil habitantes.

São 58 cidades das quais ainda não possuem nenhum tipo de unidade bancária.

Não tem muita explicação do porquê essas cidades não tinham agência da Caixa. É uma questão social e matemática que resolvemos nessa gestão”, afirmou, conforme aconteceu em um evento virtual.

Para conseguir reforçar sua expansão, a Caixa acabou informando que também contratará cerca de 10 mil novos colaboradores, indo desde empregados até aqueles que serão terceirizados.

No total, são cerca de 4 mil empregados, 5,2 mil estagiários e adolescentes dentro da categoria de aprendizes, e por fim, mais ou menos 800 recepcionistas e vigilantes.

O banco já informou de que deverá abrir um concurso para 1 mil vagas, das quais são específicas para PcD – Pessoas com deficiência.





O edital está previsto para ser lançado até o mês de setembro dessa ano, sendo que as outras 3 mil vagas serão preenchidas pelas pessoas das quais já prestaram um concurso público, do qual foi realizado no ano de 2014.

Continuidade das vagas

A autorização para que essas contratações acontecessem ainda depende do aval da SEST – Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais -, que é um órgão do qual possui ligação direta com o Ministério da Economia.

No final do ano passado, a Caixa até mesmo anunciou um programa de demissão voluntária – PDV -, porém, essa iniciativa teve pouca adesão.

Vigilantes e recepcionistas

Conforme divulgado pelo banco, o processo de preenchimento dessas vagas de vigilantes e recepcionistas será realizado por meio da contratação de demais empresas, das quais serão especializadas nesses serviços.

Jovem Aprendiz e estagiários



A Caixa também já informou que essa contratação de aprendizes acontecerá por meio de uma parceria direta com entidades das quais não possuem fins lucrativos, por onde serão feitas as seleções via chamada pública.



As vagas de estágio serão preenchidas pelos candidatos que já são aprovados em demais processos de seleção, dos quais são conduzidos diretamente pelo CIEE – Centro de Integração Empresa-Escola.

Conforme o banco, caso exista a necessidade, serão feitas novas seleções, onde também serão coordenadas pelo CIEE mais futuramente.

O que é o CIEE?

Conhecido como o Centro de Integração Empresa Escola, o CIEE é uma associação civil de direito privado, da qual não possui fins lucrativos e nenhum fim econômico, da qual é reconhecida como uma entidade de assistência social.





Por meio de diversos programas, essa empresa promove o processo de aprendizagem e o estágio de estudantes, possibilitando assim para que jovens e adolescentes tenham uma formação completa, melhorando sua entrada dentro do mercado de trabalho.

Continue acompanhando aqui essa e demais informações sobre novas vagas de empregos, sejam elas por meio do CIEE, Caixa ou de demais órgãos, não deixe de visualizar demais questões e não perca nenhuma oportunidade.

Fonte: G1 e Dinheiro Rural.

Avatar
Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário