Cartão de crédito recusado? Saiba quais são as principais razões!

O cartão de crédito, quando bem usado, pode ser um auxílio na hora do aperto. Ou, até mesmo uma forma de fazer compras online e/ou em outros países. 

Conforme dados do Banco Central, apenas em 2019, havia um total de 123 milhões de cartões de crédito e 132 milhões de cartões de débito ativos no país. 

Porém, ter acesso a um cartão não tem sido missão fácil. E tem muita gente com cartão de crédito recusado. 

Nesse momento, surgem algumas dúvidas, como: Por que fui recusado? Quais os critérios? Como é feita a avaliação? 

Acompanhe nesse artigo a resposta para essas perguntas. 

cartão de crédito em foco
Cartão de crédito recusado? Saiba quais são as principais razões!

Como é a análise de crédito?

A análise de crédito é o procedimento feito pelas instituições financeiras, sejam bancos ou financeiras, visando avaliar se o solicitante do cartão terá condições de pagar pelo seu uso. 

Essa avaliação é feita para garantir que a instituição não tenha prejuízo e não sofra um calote. 

Por que tive o cartão de crédito recusado?

Além da análise específica de crédito, considerando renda pessoal e hábito de compras, outros critérios podem fazer com que você tenha o cartão de crédito recusado. São eles: 

Erro ao informar os dados

No momento da solicitação do cartão, é preciso informar alguns dados pessoais, além de dados sobre renda e trabalho. Esses dados são conferidos e cruzados com sistemas nacionais de dados. 

Sendo assim, é possível identificar incoerências e até mesmo dados incompletos. O que pode causar a recusa do cartão.

Nome sujo

Infelizmente, milhões de brasileiros estão com o nome registrado como mau pagador nos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa. Diante disso, as financeiras se resguardam e negam a emissão do cartão de crédito, para evitar prejuízos. 

Porém, é importante lembrar que já existem instituição que cedem crédito a pessoas com nome negativado, sem consulta ao SPC ou Serasa. 

Pontuação no score de crédito

Esse é um dos fatores mais importantes: o score de crédito. 

O score é uma forma de avaliação para identificar se o cidadão é um bom pagador ou um potencial devedor. Através dela, as instituições podem verificar o seu histórico de pagamentos, de solicitações de crédito e muito mais. 

A pontuação vai de 0 a 1000 pontos, sendo 0 um mal pagador e 1000 um ótimo pagador. E, nesse sentido, algumas práticas podem ser feitas para aumentar o score, como: 

  • Manter os dados no site do Serasa atualizados
  • Ter conta em seu nome 
  • Manter as contas em dia 
  • Entre outros

Confira neste artigo, mais dicas e informações sobre o score de crédito. 

Menores de Idade

Aqueles com menos de 18 anos também tem mais propensão em ter o cartão de crédito recusado. Isso porque, nessa idade, a menos que haja emancipação por parte dos responsáveis, não é permitido ter acesso a crédito. 

Primeiro acesso a crédito

E, por fim, temos o primeiro acesso a crédito. Ao alcançar a maioridade, a pessoa não se torna automaticamente elegível as formas de crédito. Primeiro, é preciso construir uma boa reputação como pagador para, então, começar a ter acesso aos produtos de crédito do mercado. 

Sem histórico, não é possível fazer uma boa avaliação e, ao mesmo tempo, ter a confiança das instituições.

Amanda Lino
Jornalista com mais de 8 anos de experiência. Trabalhou como redatora, repórter e produtora na emissora Nossa Rádio FM e produtora na Metropolitana AM, depois foi diretora-geral do conhecido podcast Mamilos, passou por algumas agências de São Paulo e Rio de Janeiro e agora, além de colaboradora da WebGo Content, é Copy Content na In House da divisão agrícola da Bayer e Host/Criadora do podcast "Me Empresta Seus Óculos".
InstagramLinkedin

Deixe seu comentário