Vacilou: Central cede empate no fim e segue sem vencer na Série D

0

Amargo. Assim foi o sabor para o Central do empate em 3 a 3, contra o ASA, em Arapiraca, neste domingo. Vencendo por 3 a 1 de virada até os 31 minutos da segunda etapa, a Patativa acabou permitindo a reação da equipe alagoana, e passadas três rodadas segue sem vencer no Campeonato Brasileiro da Série D.

Com o resultado, os comandados de Mauro Fernandes, estacionam na terceira posição do Grupo A7 com dois pontos, a situação só não ficou pior porque o líder Sergipe bateu a Jacuípense, por 2 a 1 e deixou a equipe baiana também com tentos. Por sua vez, o ASA é vice-líder com três.

Próximo compromisso

Finalizado o primeiro turno do certame, as duas equipes repetem o confronto no próximo domingo (13), às 16h, desta vez no Lacerdão. Sem poder repetir os erros, a Patativa necessita e muito da vitória, um novo revés deixa a classificação para a fase de mata-mata mais longe.

O jogo

Com três modificações na equipe titular em relação à última rodada (Graxa, Washington e Bartola), o Central iniciou o duelo sendo pressionado pelo ASA, contudo, logo equilibrou as ações e passou a assustar o adversário. A primeira boa chegada foi com um chute de fora da área de Fernando Pires, que acabou parando em boa defesa do goleiro Dida. Aos 33 minutos, Peixoto invadiu a área centralina, foi derrubado por Danilo Quipapá, e a penalidade foi apontada.

André Beleza foi para a cobrança e abriu o marcador em Arapiraca. O time da casa teve duas chances na sequência para ampliar, não o fez e, acabou sendo castigado. Em vacilo da defensiva, Washington aproveitou para deixar tudo igual.

Na volta do intervalo, Mauro Fernandes promoveu duas mudanças na equipe, entraram Douglas Carioca e o estreante Vinícius Paquetá. As mudanças surtiram efeito, aos 9 minutos, Charles cobrou falta e Danilo Quipapá desviou para virar a partida. Em menos de dez minutos depois, Paquetá invadiu a área e foi calçado por Peixoto, pênalti marcado. Artilheiro da Patativa no Pernambucano, Leandro Costa foi para a cobrança e ampliou para os visitantes.

Contudo, o cenário que parecia tranquilo para a equipe centralina mudou totalmente. Na base do abafa, o time da casa foi pra cima e alcançou o empate. Aos 31 minutos, Chiquinho experimentou de fora da área, o goleiro França foi enganado pelo tempo da bola e viu a bola morrer nas redes: 3 a 2. O gol incendiou a partida, e faltando dois minutos para esgotar o tempo regulamentar, Chiquinho aprontou novamente, invadiu a área e bateu firme para igualar o marcador no Coaracy da Mata.

Comentários