Ceará prorroga inscrição para receber cesta básica de R$ 200 – Saiba quem tem direito

No estado do Ceará, foi prorrogada a inscrição para que as pessoas possam receber a cesta básica no valor de R$200, por isso, veja mais abaixo e fique por dentro de demais informações relacionadas.

Ceará prorroga cesta básica: saiba até quando poderá fazer inscrição

Ceará prorroga cesta básica: saiba mais

Aqueles trabalhadores do setor de transporte alternativo, de turismo, de feiras e ambulantes dentro do estado do Ceará, possuem mais uma chance de conseguirem receber o auxílio da cesta básica no valor de R$200.

Publicidade

Publicidade

Sendo assim, a SPS – Secretaria da Proteção Social, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos do Ceará, fará a abertura das inscrições para esse benefício nesta segunda-feira (14/06).

Para quem deseja fazer o cadastro, o mesmo pode ser feito rapidamente no site da instituição, que é o https://www.sps.ce.gov.br/, do qual estará disponível até o dia 30 de junho mais precisamente.

Como funcionará o pagamento do primeiro lote?

Na última sexta-feira (11), a SPS fez a divulgação do primeiro lote de beneficiários do programa, onde a lista conta com mais de 5,4 mil inscritos que foram aprovados, sendo que no total, são 41 mil pessoas cadastradas que serão analisadas para receber o mesmo.

Publicidade

Publicidade

Aqueles que já se inscreveram não tem a necessidade de realizarem novos cadastros, apenas fazer a análise de qual solicitação foi realizada, portanto, é preciso ter atenção.

Quem tem direito a receber o vale de R$ 200 no Ceará?

Esse benefício de R$200 poderá ser pago por meio do cartão alimentação, sendo que o valor será dividido em duas parcelas de R$100. Veja abaixo quem pode receber os valores:
  • Os trabalhadores de transportes escolar e alternativo;
  • Os ambulantes;
  • Aqueles que são feirantes;
  • Aqueles que são mototaxistas;
  • Aqueles que são taxistas;
  • Os motoristas de aplicativos;
  • Bugueiros;
  • Quem é guia de turismo;
  • E por fim, despachantes documentalistas.

Segundo a SPS, são cerca de 150 mil profissionais dos quais tiveram grande parte de sua renda reduzida pela pandemia causada pelo covid-19, sendo assim, beneficiados pelo mesmo. Esse investimento para o programa estadual é na quantia de R$30 milhões.

Como fazer inscrição para receber o benefício?

Para conseguir efetuar sua inscrição, é preciso:

  • Anexar sua imagem do RG,
  • Comprovante da residência ou declaração do mesmo;
  • Folhas da Carteira de Trabalho que indiquem que não existe nenhum vínculo ativo ou documento que mostrem essa comprovação necessária;
  • Os documentos que comprovem esse exercício da atividade profissional.

Não serão aceitas as inscrições de quem:

  • Tenha benefício previdenciário ou assistencial;
  • Receba seguro-desemprego, programa de transferência de renda federal, exceto o auxílio emergencial e Bolsa Família;
  • Exerçam cargo, emprego ou função pública em questão;
  • Tenham recebido os auxílios estaduais da Secult e Setur.

Demais dúvidas referentes ao auxílio da cesta básica precisam ser resolvidas por meio do chat da SPS, que é o https://www.sps.ce.gov.br/.

Sem limites em cada família: entenda

O titular da SPS já mostrou que não há um limite correto de beneficiários por cada família, desde que tenham idade igual ou maior do que 18 anos, comprovando a atuação em algumas das atividades que estão dentro da lista dos previstos no programa.

Publicidade

Publicidade

Está sendo colocado como critério o trabalho por meio do transporte alternativo, onde serão habilitados todos aqueles que façam alguma dessas atividades, por meio da declaração da qual será autodeclaratória, independente se são duas ou mais de três pessoas na família.

Depois do período de análise das inscrições, o Estado irá começar a distribuição dos cartões para os municípios, e depois, para aqueles que são os beneficiários. Porém, ainda não existe um prazo definido para que o procedimento comece.

Como funciona o cartão e como poderei usar o dinheiro?

A secretária da Proteção Social fez o esclarecimento de que esse benefício será pago por meio de um cartão, do qual serve para movimentar a economia local de todos os municípios e bairros, visto que os beneficiários usarão aqueles estabelecimentos mais próximos de suas casas.

Por meio do cartão, a pessoa pode comprar aquilo do qual possui mais necessidade, além disso, o processo e logística com o cartão é mais simples do que a ação de comprar vários quilos de alimentos e assim, montar cada cesta básica em questão.

Publicidade

É importante informar que os beneficiários que tiverem seu perfil aprovado no programa, possuem o cartão automaticamente recarregado na segunda parcela, da qual será feito o pagamento no tempo de 30 dias depois da primeira.

Publicidade

Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário