CNH: Como incluir a observação do EAR (Exerce Atividade Remunerada)? Veja aqui!

Ter uma CNH é algo considerado como um diferencial em nossa sociedade, principalmente porque todo o processo para conseguir ter a sua e os valores pagos, são bem altos e muitas vezes não estão dentro do orçamento das famílias.

Mas, existem pessoas que usam esse documento como uma forma de conseguirem trabalhar de maneira registrada, como é o caso do EAR – Exerce Atividade Remunerada.

Publicidade

Publicidade

Está em dúvidas sobre como ele funciona? Veja abaixo quais são as maneiras de incluir o mesmo dentro da CNH, o que é necessário e muito mais.

Como colocar o EAR na CNH?

CNH com EAR

Para que o motorista que trabalha com a direção tenha sua atividade remunerada, é necessário que se tenha essa observação ali inserida na CNH.

Ela vale para aqueles que trabalham com carteira assinada, assim como aqueles que estão na condição de informais.

Publicidade

Publicidade

Essa observação de EAR não é referente a uma categoria de CNH, ela não permite a condução de certos tipos de veículos, mas, tem como principal função fazer a declaração de que a pessoa está dirigindo como uma atividade remunerada ou de maneira profissional.

Dessa maneira, é interessante dar destaque de quais são as certas atividades que são exercidas e precisam da formação em cursos específicos para essa atuação.

Assim, é necessário mais do que ter apenas essa observação na CNH.

Essa informação tem como principal intenção a de possibilitar com que as autoridades da fiscalização façam a identificação de quais são os condutores que fazem uma atividade remunerada com aquele veículo em questão.

É interessante destacar que ainda existem os casos em que os condutores não precisam fazer a adição dessa informação, apenas realizar as demais atividades remuneradas com o veículo.

Nesse caso, está incluído a categoria de representante comercial, dos quais usam os veículos da empresa para fazer o deslocamento, assim como quem é instrutor de trânsito de auto escola.

Publicidade

Publicidade

Se o condutor estiver pensando em fazer um trabalho por meio de seu carro, de moto ou com outro veículo, será necessário que essa observação esteja ali presente em sua CNH.

É obrigatório declarar que se realiza atividade remunerada no momento de dirigir o veículo, sendo o condutor o responsável. Essa observação acontece por meio do DETRAN do seu estado, logo na parte detrás da CNH física e também na e-CNH.

Essa observação foi assim intitulada conforme a Lei 10.350/2001, da qual alterou diretamente o CTB – Código de Trânsito Brasileiro.

Como faço para emitir o registro de EAR?

Se você quer ter essa observação em sua CNH, é preciso que o motorista faça esse pedido diretamente com o Detran de cada estado, onde o interessado pode fazer os exames para comprovar que realmente pode obter esse documento para realizar uma atividade remunerada.

Publicidade

Dessa maneira, essa mudança possui a inclusão de cobrança de taxas, sendo que depois da aprovação deste pagamento, essa CNH poderá ser recebida dentro de poucos dias em casa.

Publicidade

Mas, se o condutor não obtiver essa aprovação, ainda poderá realizar a condução de veículos, mas não de maneira profissional. Essa situação irá se estender até que a pessoa queira se submeter novamente a outro teste e assim, seja aprovado.

Quais são os valores do EAR?

Se você quer tirar o EAR, é preciso realizar o pagamento de algumas taxas que são necessárias pelo Detran do seu estado, sendo que esses custos mudam de acordo com cada um deles.

Caso vá tirar a EAR dentro de São Paulo, o valor é aproximadamente de R$130, enquanto isso, o exame psicotécnico direto na clínica credenciada é de R$90.

Publicidade

Publicidade

Além disso, pode ser que você tenha que gastar alguns adicionais para fazer a impressão e xerox de muitos dos documentos que são necessários.

Caso você esteja exercendo atividade remunerada como motorista e não possui o seu EAR, é considerada como uma infração de trânsito gravíssima.

Sendo assim, perderá sete pontos da CNH e também terá que realizar o pagamento da multa em R$293,47, assim como ter seu veículo retido.

Nesse caso, procure o quanto antes o Detran mais perto de você e realize o procedimento para estar dentro da legalidade em seu trabalho, isto te evitará muitas dores de cabeça no futuro.

Continue acompanhando nosso site para saber mais sobre esta e demais notícias.

Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário