Colaboradores felizes trazem até 12% de lucro a mais para as empresas, diz estudo

Se você é empresário ou trabalha em uma empresa sabe que funcionários que não estão felizes com alguma situação ou que desanimaram com a rotina podem prejudicar os negócios.

E essa situação foi confirmada pela Universidade de Warwick, no Reino Unido. De acordo com a instituição, empregados felizes são 12% mais produtivos.

Publicidade

Publicidade

Isso significa que investir na qualidade de vida do empregado é fundamental para que a empresa aumente a margem de lucro e melhore o ambiente de trabalho.

Funcionários felizes aumentam em 12% lucro de empresas
Funcionários felizes aumentam em 12% lucro de empresas

Empresas se preocupam com a saúde dos funcionários

Em entrevista ao IG Economia, Renata Spallicci, contou que passou a se preocupar com a saúde mental e felicidade da empresa.

Ela explicou que fatores como sentimento de pertencimento, conexões sociais e um propósito de vida impactam na alegria das pessoas, seja no trabalho ou na vida pessoal.

Publicidade

Publicidade

Ao contrário disso, Renata conta que o excesso de controle por regras e horários aumenta a ansiedade e o medo do funcionário, o que pode prejudicar o negócio.

Segundo a vice-presidente, outro problema é o sistema de remuneração, que pode causar danos para a empresa, principalmente os que ocorrem em clima de competição e coloca um trabalhador contra o outro.

Humor ajuda a rotina ficar menos estressante

Para Renata, uma boa maneira de deixar o ambiente menos estressante é através do humor:

Neste novo mundo de trabalho remoto, em que raramente vemos nossos colegas pessoalmente, o humor é uma das forças mais poderosas que uma companhia detém para construir uma conexão genuína, bem-estar e segurança intelectual entre os colegas”, destaca.

A executiva conta que a explicação para o poder do humor está nos hormônios, já que quando rimos, nós ficamos menos estressados, um pouco eufóricos e mais confiantes, o que faz com que sejamos mais criativos e engenhosos, por exemplo.

Nesse sentido, dois hormônios são essenciais para gerar bem-estar nos funcionários:

  • Oxitocina: estimula o cérebro a criar laços emocionais e a confiar mais em outras pessoas;
  • Dopamina: deixa a memória mais potente, o que facilita o aprendizado e potencializa para eficácia da realização das tarefas.

Diante disso, Renata aconselha os profissionais a zelarem por um ambiente de trabalho remoto mais leve e divertido, aceitando pequenas oportunidades de humor, de seus colegas, para que o relacionamento com eles se fortaleça.

Publicidade

Publicidade

Além disso, a executiva recomenda a criação de novos hábitos que auxiliem a impulsionar a leveza na empresa e lembra para que as pessoas continuem sorrindo.

Além do divertimento que afeta positivamente o ambiente de trabalho, está claro que o humor é uma ferramenta valiosa para cargos de liderança, comunicação e autoconsciência”, fala.

Felicidade no ambiente de trabalho

A diretora de pessoas e cultura no banco Votorantim, que há um ano mudou sua marca para banco BV, Ana Paula Antunes Tarcia, explica, para a Época Negócios, que felicidade no ambiente de trabalho, também chamada de felicidade corporativa significa nutrir um ambiente profissional leve, que permite aos funcionários exercer suas melhores habilidades e sentir que sua contribuição é essencial para atingir metas e ter bons relacionamentos.

O atingimento de metas vai acontecer sempre — estamos aqui trabalhando porque a empresa gera lucro. Mas podemos gerar lucro em um ambiente melhor, e é dentro desse ambiente que o lucro vai ser maior”, acrescenta.

Desde 2017, o banco BV tem um programa de felicidade corporativa que organiza oficinas de felicidades algumas vezes ao ano, com reflexões e exercícios, com o objetivo de promover mais alegria na vida e no ambiente de trabalho.

As pessoas dividem coisas que as incomodam no dia a dia e que impactam na sua felicidade. E vão surgindo iniciativas para tornar aquela situação mais leve”, revela.

Segundo a diretora, as oficinas ajudam na felicidade dos funcionários e isso impacta diretamente nas métricas de clima de trabalho.

A [consultoria] Korn Ferry mediu que nosso engajamento está em 87%, e 97% dos funcionários tem orgulho de trabalhar no BV e recomendariam o banco para os amigos” afirma.

Publicidade

Fontes: IG Economia e Época Negócios 

Publicidade

Jornalista com mais de 7 anos de experiência. Atuou como redatora em jornais impressos, sites especializados em moda e agências de comunicação em Mogi das Cruzes, São Paulo e Goiânia. Fez parte da equipe voluntários da ONG Trupe do Riso, cuidando das redes sociais da instituição. Além de colaboradora da WebGo Content, atua na Agência Conect, especializada em comunicação e marketing para profissionais da Saúde.
FacebookInstagramLinkedinWikipédia

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário