IR 2021 – Parcelar o imposto a pagar é algo que vale a pena? Entenda

Uma das novidades da declaração do Imposto de Renda 2021 é a possibilidade de parcelar o valor do imposto em até oito vezes. Mas será que vale a pena optar pelo parcelamento da dívida? Aqui vamos te mostrar como funciona a modalidade inaugurada pela Receita Federal.

A primeira coisa que você deve saber sobre o parcelamento do IR 2021 é que a o contribuinte paga juros sobre as parcelas. Portanto, se a sua ideia é economizar, é melhor pagar à vista. Mas, caso o valor da taxação ultrapasse o quanto irá pagar a ponto de ter de pedir um empréstimo ou te ocasionar dívidas, a opção pode ser uma grande ajuda.

notebook com logo ir 2021 e materiais de escritório

Quem pode parcelar o imposto de renda?

A opção de parcelamento só é liberada para os contribuintes taxados em valores superiores a R$ 100,00. Caso ainda não saiba quanto vai pagar, confira nosso conteúdo que faz a simulação do IR 2021.

Os contribuintes que precisam devolver o auxílio emergencial na declaração do imposto de Renda terão que fazer o pagamento obrigatoriamente à vista do valor que se refere a devolução do benefício. Já ao que se refere a taxação do IR poderá ser parcelada, caso ultrapasse o valor de R$ 100,00.

Neste caso, o contribuinte poderá emitir a guia de pagamento separada no momento que finalizar o preenchimento da declaração. Para realizar a impressão separada basta seguir o passo a passo:

  1. Acesse a aba “Imprimir” no programa da Receita Federal IR 2021;
  2. Escolha a opção “Darf do IRPF” para emitir o boleto referente a taxa do imposto;
  3. Escolha a opção “Darf de devolução do auxílio emergencial”.

Confira também:

Em quantas vezes pode parcelar o IR?

Pode-se parcelar o imposto de renda em até oito quotas mensais, mas com a condição de que o valor mínimo das parcelas seja de R$ 50,00.

No próprio momento de geração do boleto o contribuinte que está apto ao parcelamento poderá escolher a forma com que prefere pagar.

Quando pagar as parcelas?

A data de vencimento da primeira parcela do imposto de renda fica para o dia 31 de maio de 2021, a mesma data final para a entrega da declaração. Entretanto, nesta primeira parcela o contribuinte não terá a incidência de juros.

Juros de parcelamento do IR 2021

A partir da segunda incide-se 1% de juros sobre o valor da parcela mais a variação da taxa Selic a partir do dia 1° de junho até a data de vencimento da parcela.

Quem atrasar a parcela de pagamento do imposto de renda 2021 também será taxado com multas de 0,33% ao dia até o limite de 20% sobre o valor da parcela.

Como parcelar o Imposto de renda 2021

Caso tenha decidido por parcelar o imposto de renda você mesmo poderá escolher a opção no programa realizando o passo a passo a seguir:

  1. No programa do IR 2021 escolha a opção “Resumo da Declaração”;
  2. Selecione o item “Cálculo do imposto”
  3. Vá na opção “Imposto a Pagar”;
  4. Em seguida escolha a aba “parcelamento”;
  5. Selecione o número de parcelas desejado, lembrando que só é possível escolher um modelo de parcelamento que tenha parcelas mínimas de R$ 50,00;
  6. Imprima o boleto (Darf) usando a aba “Imprimir”. Caso prefira, você poderá também salvar o documento em formato PDF.
programa do IR

Caso precise emitir a segunda via do boleto de parcelamento do IR poderá repetir esta operação no programa da Receita Federal.

Como pagar parcelas do IR em débito automático

Outra opção de pagamento é colocar as parcelas em débito automático, assim as alíquotas serão descontadas automaticamente da sua conta sem precisar acessar o programa do IR novamente.

Caso queira pagar desta forma é importante fazer o cadastro do débito automático até o dia 10 de maio, pois após este prazo só conseguirá cadastrar a segunda parcela.

Para programar os pagamentos, realize os seguintes passos:

  1. Acesse a opção “Resumo da Declaração”;
  2. Selecione o item “Cálculo do imposto”;
  3. Vá em “Débito automático” e em seguida “Quota única ou a partir da 1ª quota”;
  4. Vá em “Informações bancárias” e preencha o formulário com o nome e código do seu banco, agência e conta onde quer que seja programado o débito automático. Vale lembrar que a conta precisa ser no nome do titular, caso contrário será negada.

Ficou alguma dúvida sobre como funciona o parcelamento do IR 2021? Escreva a sua pergunta nos comentários.

Mais detalhes sobre a Declaração do Imposto de Renda 2021:

Avatar
Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e pós-graduanda em Negócios Digitais. Tem mais de 600 artigos publicados em sites dos mais variados nichos e quatro anos de experiência em marketing digital. Em seus trabalhos, busca usar da informação consciente como um instrumento de impacto positivo na sociedade.
InstagramLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário