Comprar moto usada: confira dicas para garantir um bom negócio!

Você já pensou em adquirir um veículo automotor, comprar uma moto usada, para facilitar a sua vida?

No entanto, antes de efetuar essa compra, é preciso levar em consideração alguns detalhes que podem passar despercebidos.

Publicidade

Publicidade

Pensando nisso, preparamos um post para garantir que você faça um bom negócio! Saiba mais a seguir.

Comprar moto usada ou moto nova?

Se você procura comprar uma moto pensando na questão econômica, entra em cena o assunto dinheiro no momento de decidir entre uma motocicleta usada ou nova.

De forma semelhante a todos os produtos que estão à venda, não há dúvidas de que um veículo automotor novo possua um valor maior.

Publicidade

Publicidade

Afinal de contas, é uma moto zero quilômetro, nunca foi conduzida, logo, não apresenta nenhuma avaria.

Uma moto usada deve custar quanto?

Concessionária com vários modelos de motos

É difícil afirmar o preço com exatidão, pois, leva-se em consideração fatores como o quanto ela já rodou, quantos anos está com o condutor e o seu estado de conservação.

Contudo, para te nortear, vamos dar o exemplo de preço da Kawasaki Z400, tendo como base a tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE).

De acordo com essa tabela, o valor médio da Kawasaki Z400 zero quilômetro custa R$ 27.807,00.

Já o mesmo modelo de 2020 usado tem o preço de R$ 23.485,00. Isso significa R$ 4.322,00 a menos do que a moto nova.

Deste modo, em vista dessa comparação entre o modelo novo e usado, fica o seu critério a decisão sobre qual deles comprar.

Cuidados na hora de comprar moto usada

Publicidade

Publicidade

Na hora de comprar sua moto, em hipótese alguma se deixe levar pela pressão do vendedor ao ouvir que “está perdendo uma oferta exclusiva, pois tem muitos interessados”.

Para evitar que faça um mau negócio, separamos 3 cuidados fundamentais que deve ter no momento da compra.

Analise o RENAVAM

O RENAVAM (Registro Nacional de Veículos Automotores) contém várias informações sobre os veículos do país, que para estar com os dados sempre atualizados, possui associação com os DETRANS — Departamentos Estaduais de Trânsito.

A partir dessa consulta é possível verificar informações muito importantes à pessoa interessada na compra, como:

  • Cor original do veículo automotor;
  • O número do chassi;
  • Ano de fabricação;
  • Restrições;
  • Histórico de roubos e furtos;
  • Débitos.
Publicidade

Em vista dessas informações, acreditamos que foi possível entender o motivo de consultar o RENAVAM da moto.

Publicidade

Isso porque, caso a compra seja feita e a motocicleta esteja com multas a pagar, o comprador é quem se responsabiliza em quitar todos os débitos existentes.

Revisão especializada

Mesmo que seu conhecimento sobre mecânica veicular seja relevante, é aconselhável levar a moto até um mecânico capaz de realizar uma inspeção minuciosa.

Com as dicas desse profissional, você vai comprovar se vai valer a pena investir na compra do veículo.

Avalie a aparência da moto

Publicidade

Publicidade

Quando for comprar uma moto usada, avalie com muita atenção todos os componentes que ela possui.

Dê uma checada em seu acabamento, verifique se a motocicleta está aparentando bom uso e se ela está bonita, por exemplo.

Desta forma, a partir de sua análise, as condições notadas significam duas coisas: o dono cuidou muito bem da moto, ou, promoveu modificações e reformas com o intuito de consertar ou mesmo esconder alguma avaria.

Veja também: Como financiar uma moto nova ou usada?

Estudante do curso de Jornalismo pela UFES. Dono de uma mente inquieta e curiosa. Além disso, é amante de leitura e apaixonado por música.
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário