Concurso Exército Brasileiro: São 1.100 vagas para Escola de Sargentos das Armas!

O Exército Brasileiro divulgou a abertura de um novo concurso para ser disputado em nível nacional. Por meio dele estão sendo oferecidas 1.100 vagas, para atuar na Escola de Sargentos das Armas (ESA). As áreas que estão recrutando são saúde, música e geral. Não há restrição quando à participação de mulheres em nenhuma delas.  

Para se candidatar é preciso ter concluído o Ensino Médio e ter idade entre 17 e 24 anos – essa última regra não se aplica a profissionais de saúde. Em relação às características físicas, os homens devem ter estatura mínima de 1,60m e as mulheres a partir de 1,55m.  

Quem obtiver a aprovação será matriculado no curso militar logo em seguida, cuja previsão de formação é para dois anos após a data de ingresso. Assim que isso acontecer, o aluno será promovido à posição de 3º Sargento do Exército. 

As turmas para o curso de formação da Escola de Sargentos das Armas estarão distribuídas entre as seguintes regiões do Brasil: 

  • Alegrete (RS); 
  • Blumenau (SC); 
  • Campo Grande (MS); 
  • Fortaleza (CE); 
  • Itajubá (MG); 
  • Jataí (GO); 
  • Juiz de Fora (MG); 
  • Jundiaí (SP); 
  • Natal (RN); 
  • Pirassununga (SP); 
  • Pouso Alegre (MG); 
  • Rio de Janeiro (RJ); 
  • Taubaté (SP); 
  • Três Corações (MG). 
cadetes do exército

Distribuição das vagas

Em qualquer que seja a área de atuação almejada, é possível se inscrever pelo sistema de cotas, onde há oportunidades reservadas para aqueles que se autodeclararem negros, no ato da inscrição.

Confira a seguir como as vagas estão distribuídas: 

 

Vagas para mulheres 

Vagas para homens   Total de vagas reservadas 
Geral  100  900 

200 

Músicos 

45  45  14 
Profissionais da Saúde  55  55 

22 

 Quem não tiver habilidade específica, pode se candidatar às vagas mais abrangentes do setor geral.

Nesse caso, os militares podem ser lotados para trabalhar com infantaria, cavalaria, artilharia, engenharia, comunicação, material bélico, manutenção de viatura Auto, manutenção de armamento, mecânico operador, manutenção de viatura blindada, manutenção de comunicações, topografia, intendência e manutenção de aviação. 

Etapas do processo seletivo 

As avaliações vão levar em consideração tanto as habilidades físicas, quanto a capacidade cognitiva  Por isso, o processo seletivo será feito em duas etapas e a vaga só estará garantida depois que o candidato for aprovado em ambas. 

A primeira etapa consiste em teste intelectual, com valoração de títulos, inspeção de saúde e Exame de Aptidão Física Preliminar. Já a segunda contém revisão médica, Exame de Aptidão Física Definitivo (EAFD), comprovação dos requisitos biográficos dos candidatos e comprovação através da heteroidentificação – se aplica apenas aos candidatos que se tiverem feito a inscrição pelo sistema de cotas raciais. 

Além disso, existem especificidades em cada uma das áreas que podem levar, ou não, à classificação. Os músicos, por exemplo, vão ser submetidos ainda à prova instrumental. E no caso dos profissionais de saúde, será cobrado diploma de curso técnico em enfermagem. 

Detalhes da inscrição  

Se você ficou interessado pelo concurso do Exército Brasileiro 2021, faça sua inscrição no site da ESA. O prazo vai do dia 7 a 14 de abril. Em seguida, será cobrada a taxa de R$ 95. Caso o pagamento não seja efetuado antes da data de vencimento da guia, a participação será anulada.

Vale ressaltar que é vetada a inscrição de oficial ou aspirante-a-oficial na ativa das Forças Armadas ou das Forças Auxiliares. O edital completo acerca do concurso você pode conferir clicando aqui.

Ludmila Catharina
Uma jornalista de 23 anos, nascida e criada no quadradinho. Encantada por literatura e todas as formas de comunicação. Antes de atuar como redatora, participei dos programas de estágio do Ministério da Justiça, da Defensoria Pública do Distrito Federal e da Câmara dos Deputados. Atualmente, ocupo o papel de estudante, mais uma vez, fazendo especialização em Comunicação Organizacional e Estratégias Digitais no Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB).
Linkedin

Deixe seu comentário