Concurso para o Censo 2022 do IBGE está com vagas abertas para temporários

Concurso para o Censo 2022 do IBGE é confirmado pelo Instituto. Mais de 207 mil vagas temporárias devem ser abertas no processo seletivo.

O concurso para o Censo 2022 do IBGE foi confirmado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística nesta segunda-feira, 13 de dezembro. Em comunicado, a instituição reafirmou que o orçamento necessário para a realização do processo seletivo está aprovado. Ainda sim, as inscrições não foram abertas.

Segundo o IBGE, a verba necessária para custear o concurso para o Censo 2022, que deveria ter sido feito em 2020, mas foi suspenso pela pandemia de covid-19, é de R$ 2.292.907.087,00. Deste total, R$ 2.000.000.000,00 já registrados no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) 2022. O restante, R$ 292.907.087,00, foi  autorizado pela Secretaria Especial do Tesouro e Orçamento, por meio do Fundo de Garantia à Exportação (FGE), supervisionado pelo Ministério da Economia..

Publicidade

Publicidade

A determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) e o aceite do Ministério da Economia permitem ao IBGE e à sociedade brasileira plena confiança na Comissão Mista Orçamentária, no âmbito do Legislativo, em harmonia com os demais Poderes. De tal sorte, o IBGE segue trabalhando em todo o país nas várias etapas operacionais preparatórias para entregar à sociedade brasileira um Censo Demográfico com qualidade técnica e cobertura em conformidade com a credibilidade e a reputação que o Instituto construiu ao longo de seus 85 anos.”, destacou o Instituto por meio de nota.

Como será feito o concurso para o Censo 2022 do IBGE?

Concurso aberto para vagas temporárias no IBGE para aplicação do Censo
Concurso para o Censo 2022 é confirmado pelo IBGE. Inscrições devem começar em breve. (Imagem: Márcio Costa/Agência IBGE Notícias)

No início de dezembro, a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital publicou no Diário Oficial da União as portarias que autorizam a realização do concurso para o Censo 2022 do IBGE.

Ele será feito por meio de um Processo Seletivo Simplificado (PSS) que vai selecionar, em todo o Brasil, 207.020 pessoas para atuarem no Censo Demográfico do ano que vem. As vagas vão ser distribuídas entre três funções:

  • Agente censitário municipal (5.500 vagas);
  • Agente censitário supervisor (18.420 vagas);
  • Recenseador (183.100 vagas).

Todos os municípios brasileiros vão ter vagas disponíveis. A Fundação Getúlio Vargas será a responsável por coordenar o concurso para o Censo 2022, mas por enquanto, ainda não foram divulgadas datas para que ele seja realizado. As inscrições feitas para os PSS de 2020 e 2021 não serão válidas para 2022.

Publicidade

Publicidade

O que já se sabe é que em março vai ser feito o treinamento dos coordenadores censitários de subárea (CCS). Os agentes censitários municipais (ACM) e agentes censitários supervisores (ACS) serão treinados em abril. Em maio vai ser realizado o treinamento dos recenseadores. O Censo está previsto para começar em junho.

Treinamento para o Censo 2022

Desde 6 de dezembro 60 representantes das Unidades Estaduais do IBGE estão em Miguel Pereira, no interior do Rio de Janeiro, para participarem de um treinamento para a formação da rede de instrutores do Censo Demográfico 2022. Os participantes vão ser os responsáveis por ensinar as equipes que vão atuar nos municípios sobre informações essenciais sobre a operação censitária.

Estamos capacitando os primeiros instrutores das Unidades Estaduais. Eles vão repassar o treinamento para outros, formando uma rede instrutores, até iniciarmos a capacitação das equipes que vão visitar os domicílios. Usamos a estratégia de treinamento em cascata, partindo de poucos para muitos. Até o início da coleta, prevista para junho, serão mais de 200 mil pessoas treinadas”, explica a gerente de treinamento do Censo, Cynthia Damasceno.

Por que o Censo Demográfico é feito?

O Censo Demográfico do IBGE deve ser feito, obrigatoriamente por lei, a cada dez anos. Em 2020, ele foi suspenso por conta da pandemia de covid-19. Neste ano, ele não pode ser realizado por problemas no orçamento.

Esse levantamento é feito para coletar dados da população, que podem ser usados para embasar políticas públicas. Alguns dos pontos que podem ser destacados na pesquisa são:

  • Dados de população coletados pelo Censo são utilizados para os repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM);
  • A última contagem populacional foi realizada no Censo Demográfico de 2010, o que afeta a qualidade dos projetos populacionais;
  • Um eventual adiamento do Censo 2021 para 2022 aumentaria o risco dele ser realizado, pois é possível que as restrições orçamentárias serão maiores no próximo ano;
  • O Censo 2021 é fundamental para a sobrevivência do pacto federativo e a calibragem da democracia representativa;
  • No caso da pandemia, a pesquisa vai permitir o detalhamento da população em risco para campanhas de vacinação.

Formada em Jornalismo pela PUCPR. Atualmente está cursando Pós Graduação em Questão Social e Direitos Humanos na mesma instituição de ensino. Tem paixão por informar as pessoas e acredita que a comunicação é uma ferramenta que pode mudar o mundo!
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário