IRPF 2021: Já enviou a declaração? Confira se você caiu na malha fina!

A malha fina gera pânico em muitas pessoas e, nesta época, depois do Imposto de Renda (IR), este é o assunto mais comentado.

Quando a declaração do IR é entregue, este documento passa por várias análises e as informações preenchidas são comparadas com as informações de terceiros de diversos segmentos, como empresas, planos de saúde, instituições financeiras entre outros, quem obrigação de prestar contas ao fisco.

homem sentado à mesa cheia de documentos
Erros na declaração do IR podem levar à malha fina

Normalmente, esse processo leva dois dias, mas é a partir dele que a Receita Federal consegue identificar se existem erros ou omissão de informações.

De acordo com o órgão, se as informações encontradas forem diferentes das informações relatadas por terceiros, sua declaração é separada para uma análise mais profunda, chamada de Malha Fiscal, ou Malha Fina, como é chamada popularmente.

Declaração entregue: como saber se estou na Malha Fina?

Para saber se caiu na malha fina, depois de entregar a declaração, o contribuinte deve acessar o portal do e-CAC.

O portal pode ser acessado com o certificado digital e senha ou com os mesmos dados que o cidadão utiliza para acessar o portal Gov.br, do Governo federal.

Depois de acessar ao site, é preciso selecionar a opção “Meu Imposto de Renda” (Extrato da DIRPF) e na aba “Processamento”, escolher o item “Pendências de Malha”.

Lá é possível verificar se a declaração está na malha fina e por qual motivo ela foi retida.

Erros podem contribuir para a malha fina

Na pressa de entregar o Imposto de Renda, muitos erros podem ser cometidos e isso pode prejudicar o contribuinte e até levá-lo para a malha fina.

Por este motivo, por mais que o prazo de entrega esteja chegando ao fim, é preciso ter muita atenção e verificar mais de uma vez, se possível, se os campos foram preenchidos corretamente.

Lembre-se que seus dados serão cruzados com instituições financeiras e outras empresas, por isso você deve seguir rigorosamente os dados que constam nos seus documentos, informes de rendimentos e afins.

Se você ganha um salário e declara outro, saiba que a Receita Federal tem acesso a essas informações. Ou se o contribuinte inclui uma despesa médica para abater o imposto e o valor não é o mesmo declarado pelo hospital, você pode cair na malha fina!

Retificação

Se algum erro foi cometido durante o preenchimento, pode ser que a declaração esteja na malha fina por este motivo, então, o contribuinte pode fazer uma retificação da sua declaração.

No entanto, é importante lembrar que isso deve ser feito desde que o cidadão não tenha recebido o termo de intimidação.

Vale lembrar que enquanto as pendências não forem resolvidas, o contribuinte não receberá a restituição, se houver.

Entretanto, se o contribuinte considerar que todas as informações foram preenchidas corretamente, ou que a pendência da declaração depende da apresentação de documentos, pode entregar voluntariamente a documentação que comprova as informações fornecidas na declaração, através do e-CAC.

Segundo o fisco “os documentos serão analisados e, se comprovarem as informações apresentadas na declaração, ela deixará a malha fina e seguirá o processamento normal”.

Caí na malha fina. E agora?

Calma! Pois, há solução!

Depois que a declaração é enviada, é preciso ficar de olho no portal e-CAC para acompanhar tudo o que acontece com o Imposto de Renda.

Para isso, basta gerar um código de acessado, caso o contribuinte não tenha gerado.

Se a declaração tiver alguma inconsistência, é possível saber ao acessar o portal e corrigir o erro através da internet, enviando uma declaração retificadora.

Mas, saiba que isso só será possível se o caso não for grave.

Imposto de Renda: tire suas dúvidas!

Para não cair na malha fina, uma dica é saber o que declarar e como fazer essa declaração, já que os rendimentos e bens seguem uma especificidade diferente.

Para saber como isso deve ser feito, vale ler esta matéria com pontos importantes sobre a declaração do Imposto de Renda.

Bruna Santos
Jornalista com mais de 7 anos de experiência. Atuou como redatora em jornais impressos, sites especializados em moda e agências de comunicação em Mogi das Cruzes, São Paulo e Goiânia. Fez parte da equipe voluntários da ONG Trupe do Riso, cuidando das redes sociais da instituição. Além de colaboradora da WebGo Content, é CEO da Agência Conect, especializada em comunicação e marketing para profissionais da Saúde.
FacebookInstagramLinkedin

Deixe seu comentário