Programa DF Sem Miséria pagará benefícios de até R$ 960 para 24 mil famílias até o fim da semana

Boa notícia! Programa DF Sem Miséria irá pagar auxílio de até R$960 para 24 mil famílias até o final desta semana. 

Os pagamentos começaram a serem feitos na última terça-feira, dia 20 de julho, pelo Governo do Distrito Federal sendo destinado às famílias comprovadamente de baixa renda. 





O valor do benefício varia entre R$ 20 a R$ 960. 

Programa DF Sem Miséria pagará benefícios de até R$ 960 para 24 mil famílias até o fim da semana
Programa DF Sem Miséria pagará benefícios de até R$ 960 para 24 mil famílias até o fim da semana.

Programa DF Sem Miséria: Saiba como funciona

Segundo o Governo, há a pretensão de também auxiliar ao menos mais 60 mil moradores da capital, porém ainda sem prazo definido pelo Executivo.

O DF Sem Miséria é, comumente, pago a pessoas com renda per capita de até R$ 140 





Nessa primeira etapa, o auxílio será depositado para o grupo que compõe a chamada “folha regular”, que são pessoas não contempladas pelo Auxílio Emergencial do governo federal.

Quem tem direito ao benefício?

O DF Sem Miséria é um programa adicional e atrelado ao Bolsa Família. 

Sendo assim, tem direito ao benefício, moradores do Distrito Federal que, mesmo após receberem os benefícios de transferência de renda (como bolsa família e o auxílio emergencial), apresentarem renda per capita familiar de até R$ 140.

O valor do benefício, como já dito, varia entre R$ 20 a R$ 960. A liberação do valor depende da composição da renda familiar, somada aos valores recebidos pelo Bolsa Família. 

Apenas em julho, o Governo deve pagar R$ 12,7 milhões para custear o programa.

Como solicitar o benefício?

Quem tiver interesse e se encaixa nos critérios descritos assim, deve, também, estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais do governo federal.





A inscrição pode ser feita pelo número 156.

Em seguida, o cidadão deverá fazer o agendamento no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da própria região. 

A exigência para fazer a inscrição é: 

  • Renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou renda mensal total de até três salários mínimos.

Já os documentos exigidos para a inscrição são: 

  • CPF ou título de eleitor 
  • Um documento de identificação de cada membro da família.

Confira o calendário do Programa DF Sem Miséria 



Como citado, está atrelado ao calendário do Bolsa Família. Por isso, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), o prazo para custear o valor para as outras 60 mil famílias, chamadas de “folha externa”, é maior.



Devido a trâmites operacionais, ocorre de demorar um pouco mais para ser creditado em relação à folha regular, ou seja, aqueles que não recebem o Auxílio Emergencial – informou a pasta.

O calendário de pagamentos, com base no dígito final do Número de Identificação Social (NIS), segue essa ordem:

Calendário Bolsa Família
Calendário Bolsa Família, que também é seguido pelo DF Sem Miséria.

Para mais informações, acesse o site da Sedes. 

Amanda Lino
Jornalista com mais de 8 anos de experiência. Trabalhou como redatora, repórter e produtora na emissora Nossa Rádio FM e produtora na Metropolitana AM, depois foi diretora-geral do conhecido podcast Mamilos, passou por algumas agências de São Paulo e Rio de Janeiro e agora, além de colaboradora da WebGo Content, é Copy Content na In House da divisão agrícola da Bayer e Host/Criadora do podcast "Me Empresta Seus Óculos".
InstagramLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário