Dinheiro esquecido nos bancos gera alerta para os beneficiários quanto aos cuidados com golpes

como consultar dinheiro esquecido
Veja como consultar se você tem dinheiro esquecido no banco (Imagem: Marcello Casal JR / Agência Brasil)

Neste domingo, 13 de fevereiro, o Banco Central (BC) retomou a consulta e o resgate de dinheiro esquecido em bancos pelos brasileiros nos últimos anos. O site de acessos para essa verificação tinha sido suspenso em janeiro, por conta do alto número de acessos. 

Esse serviço deve se estender durante todo o ano. Atualmente, em sua primeira fase, estão disponíveis R$ 3,9 bilhões de reais, que serão devolvidos para 24 milhões de pessoas físicas e jurídicas, mas, ao todo, R$ 8 bilhões podem ser retirados pelos clientes de bancos. 

Publicidade

Publicidade

A devolução dos valores pendentes segue um calendário, estabelecido pelo BC. 

Data de nascimento da pessoa ou de criação da empresa – Antes de 1968

  • Período de agendamento para consulta e resgate: 7/03 a 11/03;
  • Data de repescagem para quem perder a data agendada: 11/03.

Data de nascimento da pessoa ou de criação da empresa – Entre 1968 e 1983

  • Período de agendamento para consulta e resgate: 14/03 a 18/03;
  • Data de repescagem para quem perder a data agendada: 19/03.

Data de nascimento da pessoa ou de criação da empresa – Após 1983

  • Período de agendamento para consulta e resgate: 21/03 a 25/03;
  • Data de repescagem para quem perder a data agendada: 16/03.

Por que esse dinheiro esquecido está disponível só agora? 

Veja como consultar se você tem dinheiro esquecido no banco e dicas para evitar golpes.
Veja como consultar se você tem dinheiro esquecido no banco e dicas para evitar golpes. (Imagem: Marcello Casal JR / Agência Brasil)

O Banco Central iniciou a movimentação para devolver o dinheiro esquecido por conta de uma pesquisa realizada no ano passado, que apontou o valor de R$8 bilhões deixados em contas bancárias paradas, que muitas vezes os brasileiros não têm conhecimento que ainda estão ativas. 

Essa alta quantia tem origem em:

Publicidade

Publicidade

  • Contas-correntes ou poupança encerradas com saldo disponível;
  • Tarifas e parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente, desde que a devolução esteja prevista em Termo de Compromisso assinado pelo banco com o Banco Central;
  • Cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários e participantes de cooperativas de crédito;
  • Recursos não procurados relativos a grupos de consórcio encerrados;
  • Contas de pagamento pré-paga e pós-paga encerradas com saldo disponível;
  • Contas de registro mantidas por corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliários encerradas com saldo disponível; 
  • Outras situações que impliquem em valores a devolver reconhecidas pelas instituições.

Quais os golpes que já começaram a aparecer sobre dinheiro esquecido? 

Por enquanto, nenhuma informação sobre vítimas que sofreram golpe da devolução do dinheiro esquecido foi divulgada. Ainda sim, o BC prevê que isso pode ser uma fraude comum nos próximos meses. 

A instituição acredita que golpistas vão entrar em contato com a população, em nome dos bancos, solicitando dados pessoais e financeiros, como se quisessem verificar se há alguma quantia em aberto. Depois disso, eles podem se beneficiar das informações captadas para aplicar golpes em nome da vítima, por exemplo. 

Para evitar que isso aconteça, o Banco Central faz algumas orientações importantes:

  • O único site para consulta e solicitação desses valores é: valoresareceber.bcb.gov.br; 
  • O Banco Central NÃO envia links nem entra em contato com clientes para tratar sobre valores a receber ou para confirmar seus dados pessoais;
  • Ninguém está autorizado a entrar em contato com o cliente em nome do Banco Central ou do Sistema Valores a Receber;
  • Nunca clique em links suspeitos enviados por e-mail, SMS, WhatsApp ou Telegram; 
  • Não faça qualquer tipo de pagamento para ter acesso aos valores. É golpe!

Em meio a todas essas dicas, o BC faz uma ressalva: se a pessoa acessou o sistema de devolução, pediu o resgate e não indicou uma chave PIX para o depósito do dinheiro , a instituição financeira que foi escolhida pode entrar em contato para realizar a transferência. Ainda sim, essa instituição não pode pedir dados pessoais ou senhas. 

Como consultar se você tem direito esquecido e quais os valores?

Confira o passo a passo para verificar se existe dinheiro esquecido em alguma conta antiga:

  1. Faça um cadastro gratuito no site ou pelo App Gov.br (Google Play e App Store). Se já estiver cadastrado, vá para o segundo passo ; 
  2. Acesse o site valoresareceber.bcb.gov.br na data e período informados; 
  3. Use o login Gov.br para acessar o sistema;
  4. Consulte o dinheiro esquecido;
  5. Se tiver alguma quantia, solicite o resgate do saldo existente;
  6. Se você perder sua data e período de resgate, acesse o site valoresareceber.bcb.gov.br novamente no sábado da repescagem das 4h às 24h. 

Se o período de repescagem for perdido novamente, é possível acessar mais uma vez  o site valoresareceber.bcb.gov.br após o dia 28 de março para pedir o resgate do dinheiro. 

Publicidade

Publicidade

É necessário que o cidadão tenha um login prata ou ouro de segurança no Gov.br para ter acesso à consulta do dinheiro esquecido. Isso pode ser conquistado pela comparação da foto tirada no aplicativo com as imagens da base da Carteira Nacional de Habilitação ou pela validação dos dados pessoais de quem tem conta em um dos seis bancos conveniados ao Portal Gov.br: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, BRB, Caixa Econômica Federal, Santander e Sicoob.

Marina DarieFormada em Jornalismo pela PUCPR. Atualmente está cursando Pós Graduação em Questão Social e Direitos Humanos na mesma instituição de ensino. Tem paixão por informar as pessoas e acredita que a comunicação é uma ferramenta que pode mudar o mundo!
Veja mais ›
Fechar