Empréstimo consignado: Condições para as novas regras nos bancos Itaú, Santander, Bradesco e BB

Com a chegada da pandemia da Covid-19, muitas pessoas tiveram que adaptar sua realidade diante das crises financeiras, seja arrumando um segundo emprego, procurando economizar mais dinheiro ou diminuindo demais custos.

Mas, uma das alternativas que mais foram recorridas foram sem dúvidas os empréstimos consignados, onde foi possível dar uma desafogada nas contas, porém, é preciso atenção para não acabar se enfiando em demais taxas e juros.

Veja abaixo mais sobre como funciona o empréstimo consignado, quais são as novas regras dentro dos bancos e muito mais.

Novas regras para empréstimos consignados

idosa segurando dinheiro

Os clientes de bancos já tem a possibilidade de pedir por vários empréstimos consignados, principalmente com a possibilidade de negociação dos prazos de até 120 dias para assim, começar a finalmente pagar as parcelas necessárias.

Por isso, é indicado que você verifique como as demais instituições tiveram que se adaptar diante da Lei 14.131/2021, da qual foi sancionada no dia 30 de março, permitindo a carência do tempo de quatro meses, além do aumento de uma margem consignável – que é uma parte da remuneração mensal daquela que pode ser comprometida diante do pedido de crédito -, da qual fica de 30% até 35%.

Veja abaixo a posição de cada banco:

Santander

O Santander já informou que está preparado para atender de acordo com a lei, principalmente no que é referente à margem de 35% da carência de até 120 dias com o pagamento da primeira parcela.

Em vários casos, o banco já oferece essas condições, como é o exemplo clássico dos beneficiários do INSS. Pode ser uma das opções interessantes.

Bradesco

O Bradesco também é outro banco que está trabalhando para ter novas condições para atender ao empréstimo consignado.

Todos aqueles cliente que são beneficiários do INSS, tem a opção de contratar as operações via app, internet banking, por meio dos caixas eletrônicos, por meio da central telefônica de atendimento para o cliente.

Itaú

Outro banco do qual já fez a habilitação é o Itaú, onde oferece uma margem estendida de até 120 dias.

Aqueles que são aposentados e pensionistas do INSS tem a possibilidade de pegar os empréstimos com taxas de juros a partir de 1,15% ao mês, além do prazo de financiamento que fica entre 11 até 84 meses.

Dessa forma, não é necessário ser correntista do banco para conseguir fazer a contratação do serviço.

Esse crédito pode ser feito a solicitação rapidamente por meio do celular, por meio do internet banking, por meio do caixa eletrônico, em agências bancárias ou até mesmo via um correspondente.

Banco do Brasil

Já o Banco do Brasil já fez a confirmação que ampliou a margem para 35% do consignado, conforme a Lei nova.

Ou seja, os clientes já podem fazer a contratação dos empréstimos com base no novo limite estabelecido, incluindo pelo app do BB para celular, sem que se tenha a necessidade de comparecer diretamente a uma agência física correspondente.

Como funciona o desconto na folha de pagamento?

Conforme já informado pela Febraban – Federação Brasileira de Bancos -, os bancos associados já tinham estrutura pronta para conseguir oferecer crédito diante de uma nova margem consignável, desde o momento de validade da lei, porém, foi preciso esperar para que os novos responsáveis pelas folhas de pagamento fizessem os ajustes dos sistemas para novos percentuais.

Essas medidas possuem como principal objetivo o de ajudar a diminuir os problemas diante dos orçamentos familiares, dos quais dão mais prazo e demais recursos para os servidores públicos, aposentados, pensionistas do INSS, além dos empregados da rede privada, tudo por meio desse empréstimo simples, rápido e barato com longo prazo.

Essa oferta de carência de 120 dias ainda é facultativa, onde cada solicitação de crédito será avaliada especificamente por cada instituição financeira contratada.

O crédito consignado possui uma quantidade de R$446,7 bilhões, conforme dados divulgados pelo Banco Central, onde a maior parte dos mesmos é de aposentados e pensionistas do INSS, além dos servidores públicos.

Essa quantidade, além de ter um crescimento que não para, está cada vez mais mostrando ser mais consistente em suas quedas praticadas pelos seus clientes, principalmente pela comodidade das mesmas.

Agora que você sabe mais sobre as mudanças estabelecidas pelo empréstimo consignado, é a hora de ficar de olho se esse é o caso mais interessante, por isso, não perca demais atualizações em nosso site.

Avatar
Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário