Inscrição Enem 2021 para pessoas privadas de liberdade vai até dia 17 de setembro

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 já está recebendo inscrições de pessoas privadas de liberdade (PPL), ou que se encontram sob medida socioeducativa com restrição de deslocamento. O profissional responsável pela unidade prisional ou socioeducativa é quem deverá realizar a inscrição, mediante manifestação de interesse por parte do candidato. 

O mesmo profissional ficará encarregado também de acompanhar as demais etapas, subsequentes à inscrição, que incluem a solicitação de atendimento especializado, o encaminhamento do candidato à sala de realização do exame, além da checagem da pontuação final. 

Publicidade

Publicidade

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), as pessoas privadas de liberdade são submetidas a testes com o mesmo grau de dificuldade que possui o Enem regular. O que muda é apenas o local de aplicação, pois neste caso os candidatos não se dirigem até os pontos de prova. Ao invés disso, a prova é levada até eles.  

Inscrição Enem 2021 para pessoas privadas de liberdade vai até dia 17 de setembro
O período de inscrições no Enem para pessoas privadas de liberdade está aberto desde o dia 6 de setembro. | Imagem: Reprodução Google

Considerando a emergência em saúde pública em decorrência da infecção humana pelo novo coronavírus (Covid-19), haverá procedimentos específicos para aplicação desta edição do Enem PPL, conforme previsto neste Edital”, esclarece o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Datas das provas 

Como sempre, as provas do Enem estão agendadas para acontecer em dois dias. Para as pessoas privadas de liberdade, as datas serão 11 e 12 de janeiro de 2022. O caderno com questões de linguagem, história, geografia, filosofia, sociologia e redação deve ser aplicado no primeiro dia. Já as perguntas sobre matemática, biologia, física e química ficam para o segundo dia.  

No dia 11 de janeiro, a realização do exame será iniciada às 13h30 e finalizado às 19h. Mas antes disso, os candidatos receberão um questionário socioeconômico para ser preenchido, no horário das 12h45 às 13h20. No domingo, o tempo é um pouco menor: das 13h30 às 18h30.  

Publicidade

Publicidade

Como fazer inscrição no Enem 2021 

As pessoas privadas de liberdade que desejarem tentar uma vaga em universidade federal precisam solicitar a inscrição no Enem até o dia 17 de setembro, quinta-feira, que é quando acaba o prazo. Tal como foi mencionado, caberá ao responsável da unidade prisional ou socioeducativa tomar as devidas providências para garantir a participação do candidato. 

As notas obtidas poderão ser usadas pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU), para concorrer a uma bolsa de estudos pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), ou para tentar o financiamento estudantil em uma universidade provada, por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).  

Vale ressaltar que a atribuição de realizar o Enem 2021 segue aos cuidados do Inep. Segundo o órgão, os resultados dos exames para as pessoas privadas de liberdade serão divulgados junto com as notas do Enem regular. Todavia, o cronograma ainda não foi publicado. 

Fonte: Agência Brasil 

Você também pode se interessar: 

Ludmila Catharina
Uma jornalista de 23 anos, nascida e criada no quadradinho. Encantada por literatura e todas as formas de comunicação. Antes de atuar como redatora, participei dos programas de estágio do Ministério da Justiça, da Defensoria Pública do Distrito Federal e da Câmara dos Deputados. Atualmente, ocupo o papel de estudante, mais uma vez, fazendo especialização em Comunicação Organizacional e Estratégias Digitais no Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB).
Linkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário