Empresas tem até 6 de setembro para depositar FGTS dos funcionários

Até segunda-feira (6) é o prazo para as empresas que aderiram ao Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm) realizarem o pagamento do FGTS suspenso aos funcionários. As parcelas correspondentes aos meses de maio a agosto, período em que houve alteração nos contratos e/ou jornadas de trabalho, devem ser quitadas até dezembro de 2021.

Cerca de 100 mil empregadores aderiram à suspensão do recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. A Medida Provisória 1.046/21 foi implementada para auxiliar empresas afetadas pela pandemia de covid-19.

Publicidade

Publicidade

A Caixa Econômica Federal garante que a medida preservou mais de 7 milhões de empregos em todo o país. Se você foi um dos brasileiros que trabalhou sob este regime, fique com a gente, pois vamos te explicar tudo sobre o pagamento do FGTS suspenso.

Como será o pagamento do FGTS suspenso?

FGTS Suspenso
Empresas tem até 6 de setembro para depositar FGTS dos funcionários | Imagem: Diário do Nordeste

Será obrigação dos empregadores quitarem a primeira parcela do FGTS suspenso até segunda-feira (6). A consulta dos valores devidos e a emissão das guias de pagamento podem ser feitas no site do FGTS Caixa.

Você é empregador e ainda está com dúvida em relação à consulta e a emissão de guias de pagamento? Então, confira o tutorial abaixo:

Publicidade

Publicidade

  1. Clique aqui para acessar o site do FGTS Caixa;
  2. Selecione a opção “Empregador”;
  3. Digite seu CPF e senha cadastrados na plataforma;
  4. Clique em “Não sou um robô” e depois em “Acessar”;
  5. Em seguida, ao entrar no sistema, você verá o valor que está devendo aos seus colaboradores e a aba para emissão da guia de pagamento.

Mas se você é trabalhador e quer consultar quando receberá, basta realizar o seguinte:

  1. Clique aqui para acessar o site do FGTS Caixa;
  2. Selecione a opção “Trabalhador”;
  3. Clique em “Acessar com certificado digital”.

Após realizar estes passos você terá acesso ao valor que deverá receber no pagamento do FGTS suspenso. Segundo a Caixa, R$ 5,9 bilhões deixaram de ser recolhidos ao fundo de garantia nos últimos quatro meses.

O que acontece às empresas que não pagarem o FGTS?

Há algumas consequências às empresas que não realizarem o pagamento do FGTS suspenso. No caso do empregador que não tiver quitado o fundo de garantia aos colaboradores, será impossível emitir o Certificado de Regularidade do FGTS (CRF).

Caso o recolhimento do fundo de garantia ocorra após a data de vencimento, ou seja, a partir de terça-feira (7), serão cobrados encargos. O mais indicado pela Caixa é que os empregadores acessem o site do banco antecipadamente para obterem todas as informações e realizarem o pagamento.

Consulta ao extrato do FGTS

Após o prazo estabelecido pela Caixa, é importante que os trabalhadores consultem o extrato do FGTS para conferir se o valor foi depositado corretamente. Veja abaixo como realizar a consulta:

  1. Clique aqui para acessar a página do FGTS no portal da Caixa;
  2. Informe o número do seu NIS ou CPF;
  3. Clique em “cadastrar senha”;
  4. Leia o regulamento;
  5. Clique em “aceito”;
  6. Preencha seus dados pessoais nos campos indicados;
  7. Crie uma senha com até 8 dígitos, letras e números, e confirme;
  8. Você será direcionado para a tela de login novamente;
  9. Preencha os campos indicados com o número do NIS ou CPF e insira a senha cadastrada;
  10. Aperte o botão “Acessar”. 

Não se esqueça que o fundo de garantia deve ser depositado em dobro em setembro, como forma de compensar o período em que os trabalhadores tiveram seus contratos suspensos ou sofreram diminuição da carga horária, devido à adesão do BEm.

Publicidade

Publicidade

Caso você não tenha recebido o valor, entre em contato com a empresa e questione o ocorrido. Se a situação não for resolvida, procure seus direitos trabalhistas, pois o pagamento do FGTS é obrigatório.

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Luterana do Brasil de Canoas/RS. Repórter, apresentadora, roteirista e redatora, com experiência em rádio, televisão e online.
FacebookInstagramLinkedinWikipédia

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário