Filho é preso após confessa ter planejado assalto que terminou na morte da mãe e deixou pai ferido em Canhotinho

O filho do casal de Canhotinho, vítima de um assalto ocorrido durante a noite do último dia 09/01, é o principal acusado de ter planejado o crime. Na ação, o motorista de transporte alternativo Josenildo Martins de Melo, conhecido como Josa, e sua esposa Minéia Simões, de 47 anos, foram surpreendidos dentro da residência por homens armados. Minéia foi amarrada e baleada na cabeça, morrendo no local. Josenildo foi atingido por disparos na nuca e levado em estado grave para o Hospital da Restauração.
De acordo com a polícia, Gabriel Martins Melo, o filho, teria confessado que planejou o assalto contactando os assaltantes, que eram de fora de Canhotinho, para roubar os pais em casa. Um celular pertencente a Gabriel foi apreendido pela polícia contendo ligações de Gabriel o para executores do latrocínio. Ainda de acordo com a confissão do filho adotivo, o trato com os autores do crime era dividir o dinheiro que o pai guardava em casa, cerca de 10 mil reais.
Gabriel era envolvido com pequenos furtos, inclusive dentro da casa de seus pais, com o objetivo de pagar dívidas contraídas pelo mesmo. O jovem encontra-se preso à disposição da Justiça, mas as investigações continuam com o intuito de capturar os autores dos disparos que mataram Mineia e deixaram Josenildo ferido.
Por: Arlete Santos
divulgação

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar