Caixa vai reduzir juros para financiamento de imóveis em 2021

A Caixa Econômica Federal deverá anunciar nesta quinta-feira (16) uma redução nos juros de financiamento imobiliário.

A revelação foi feita pelo presidente da estatal, Pedro Guimarães, em evento no Palácio do Planalto na última segunda-feira (13), diante do presidente Jair Bolsonaro durante uma cerimônia de lançamento do Habite Seguro – programa habitacional para policiais no Palácio do Planalto.

Publicidade

Publicidade

É importante saber que ao todo, a Caixa é responsável por 67% de todo o financiamento imobiliário concedido no país.

Financiamento da Caixa reduzirá juros para agentes públicos. Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil
Financiamento da Caixa reduzirá juros para agentes públicos. Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil

A Caixa vai reduzir os juros. Não está aumentando a Selic? Então a Caixa Econômica Federal, com o lucro que nunca teve, sem roubar, vai diminuir os juros da casa própria”, justificou Pedro Guimarães, que participava do lançamento do programa Habite Seguro, que concederá subsídios a policiais na compra do primeiro imóvel.

O executivo não deu detalhes sobre de quanto será a redução nem a que faixas de renda.

Durante o discurso, Guimarães atribuiu essas medidas ao fato de que pela primeira vez, em 10 anos, a Caixa terá seu balanço de FGTS “sem ressalvas”, insinuando haver corrupção em gestões passadas. Ou seja, de acordo com a afirmação da Caixa essa atitude só poderá ser colocada em prática, pois, o banco não tem desvios de dinheiro “como nos governos anteriores”.

Publicidade

Publicidade

Guimarães afirmou que o programa Habite Seguro não poderia ser feito há dez anos, pois a Caixa estava com balanço frágil.

Se a Caixa não estivesse hoje tão sólida, este programa não existiria. O fato de a Caixa ter pela primeira vez em dez anos o seu balanço o do FGTS (…) sem ressalva significa o quê? Solidez”, disse. “R$ 46 bilhões foram roubados, desviados. O que isso significa? 500 mil famílias deixaram de ter suas casas próprias porque esse dinheiro foi para quem não precisava e isso não é a gente que está falando”, disse.

Banco estava em quarto lugar, mesmo sendo referência

Segundo Guimarães, ainda que a estatal era o quarto banco em crédito imobiliário quando iniciou o governo, o que é incompatível com seus status de “banco da Habitação”.

Como que o banco da habitação estava em quarto? A resposta é simples: não tinha capital, tinham levado o capital da Caixa. O balanço estava com ressalvas desde 2016 e em um trimestre revertemos isso”, justificou.

Vale saber que apesar de o evento ter sido voltado para os agentes de segurança pública, a diminuição nas taxas deverá valer para todos os públicos.

Inesperado

Saiba que este movimento é inesperado, já que há uma tendência de alta na taxa básica de juros, que poderá servir como base de empréstimos, financiamentos e diversas atividades da economia.

No mês passado, o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) decidiu, pela quarta vez seguida, aumentar a Selic, que atualmente está em 5,25%.

De acordo com as projeções de analistas ouvidos pelo Banco Central para o Boletim Focus, e registrado pelo Correio Braziliense, é esperado que a taxa básica de juros suba mais até o fim de 2021 e encerre o ano em 8%.

Publicidade

Publicidade

Saiba que há quatro semanas, a projeção era de 7,5%, mas a expectativa é cada vez mais alta à medida que a inflação avança.

Habite Seguro para profissionais da segurança pública

Sobre o programa para os profissionais de segurança pública, o Habite Seguro, o presidente da Caixa disse que a instituição financeira irá direcionar 5 bilhões de reais para empréstimos nos próximos quatro meses, mas que esse montante poderá ser elevado para R$ 10 a R$ 15 bilhões se houver demanda.

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência da República, O Habite Seguro permitirá que o consumidor contrate cotas de crédito imobiliário com condições e regras específicas destinadas ao público-alvo.

Além disso, ela irá prever que outros benefícios correlatos possibilitem acesso a imóveis com melhores condições de habitabilidade.

Publicidade

É importante saber que o programa será destinado para policiais, bombeiros, agentes penitenciários, peritos e guardas municipais.

Publicidade

Fontes: Correio Braziliense, Valor Investe e G1.

Bruna Santos
Jornalista com mais de 7 anos de experiência. Atuou como redatora em jornais impressos, sites especializados em moda e agências de comunicação em Mogi das Cruzes, São Paulo e Goiânia. Fez parte da equipe voluntários da ONG Trupe do Riso, cuidando das redes sociais da instituição. Além de colaboradora da WebGo Content, atua na Agência Conect, especializada em comunicação e marketing para profissionais da Saúde.
FacebookInstagramLinkedinWikipédia

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário