Governo planeja programa de financiamento de imóveis em 100% para policiais

No próximo mês, o presidente Jair Bolsonaro pretende promover o programa de financiamento imobiliário para policiais.

Com essa medida, os agentes de segurança, bem como os bombeiros, terão a possibilidade de adquirir uma casa própria por meio de linhas de crédito da Caixa Econômica Federal.

Entenda a seguir como vai funcionar o programa de financiamento imobiliário especial para policiais.

Financiamento imobiliário terá foco em policiais e agentes de baixa patente

Presidente Jair Bolsonaro ao lado de policiais
Bolsonaro quer lançar financiamento de imóveis para policiais (imagem: reprodução/site Banda B)

De acordo com um membro do governo, o programa que concederá imóveis pretende abranger os agentes de baixa patente, permitindo que eles consigam comprar casas sem ser necessário pagar entrada do financiamento.

Assim, em conversa com apoiadores, ao demonstrar prestígio às ações do presidente da Caixa Econômica Federal, Bolsonaro chegou a comentar que vai lançar uma ação voltada aos policiais militares.

Para isso, a proposta conta com a engenharia financeira, que vai ser elaborada pelo Ministério da Justiça e ainda contará com a aprovação do ministro Paulo Guedes e também pela Caixa. Segundo Bolsonaro, a instituição já está pronta para a oferta do crédito.

No Ministério da Justiça ainda há discussões acerca das possíveis mudanças normativas que tendem a permitir o uso de fundos com o intuito de cobrir os empréstimos.

Como vai funcionar o programa

Segundo informações, o programa de financiamento imobiliário para policiais deve seguir o modelo do PRONAMPE — Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.

Quanto a isso, vale mencionar que o PRONAMPE se trata de uma política, atrelada ao FGO (Fundo Garantidor de Operações), que concede crédito aos empresários donatários de pequenos negócios.

Deste modo, o financiamento de 100% dos imóveis sem necessidade de entrada é uma forma de minimizar as taxas do crédito imobiliário para a categoria e afrouxar as garantias pedidas pela Caixa.

Estratégia do presidente

Pelo fato de o presidente ser um capitão reformado do exército, é fácil de entender o motivo de se esforçar para participar de ações que envolvem os agentes de segurança do Brasil.

Um exemplo é a presença de Bolsonaro na formatura do curso de aperfeiçoamento da Polícia Militar do Distrito Federal, que ocorreu na semana passada.

A presença do presidente nos eventos do setor não é a única prova de aproximação. Em 2019, os policiais e militares foram excluídos da reforma da previdência e obtiveram mais benefícios para a aposentadoria. Entre as vantagens recebidas estão o direito de receber um salário integral, pagar uma alíquota de contribuição menor e não ser exigido idade mínima.

Entretanto, desta vez, acredita-se que o financiamento para policiais não se refere somente a um ato de prestigiação a esses profissionais e sim uma tentativa de aquecimento das bases de apoio do presidente para uma tentativa de reeleição em 2022.

Fonte: UOL

Paulo Victor Silva
Estudante do curso de Jornalismo pela UFES. Dono de uma mente inquieta e curiosa. Além disso, é amante de leitura e apaixonado por música.
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário