Existe idade mínima e idade máxima para financiar um imóvel?

Está pensando em comprar um imóvel? Mas será que você está na idade certa para isso? 

Apesar de não ter idade para a realização de um sonho, quando se trata da aquisição de um imóvel por meio do financiamento, é necessário observar as vantagens e percalços que cada idade carrega. 

Publicidade

Publicidade

Isso porque a idade interfere diretamente no valor das parcelas e até mesmo no prazo em que o comprador poderá diluir a dívida.

Existe idade mínima e idade máxima para financiar um imóvel
Existe idade mínima e idade máxima para financiar um imóvel.

Idade mínima e idade máxima para o financiamento: quem paga mais? 

Como sabemos, financiamento é composto por parcelas acrescidas  por juros, tarifas e também seguros obrigatórios, como o MIP (Morte ou Invalidez Permanente). 

E, justamente esse seguro que carrega a principal influência da idade. Isso porque, ele tende a aumentar de valor quanto mais velho for o comprador, já que entende-se que com o passar dos anos, ele apresente mais riscos de adoecer, tornar-se incapaz ou falecer.

Publicidade

Publicidade

Sendo assim, as apólices ficam mais caras de acordo com a idade. 

Segundo o cofundador da imobiliária on-line EmCasa, Lucas Cardozo, uma simulação constatou que os seguros se tornavam 600% mais caro para o comprador de 50 anos em contraposto com o de 20 anos. 

Os seguros obrigatórios têm valores base diferentes, mas encarecem de forma semelhante de acordo com a evolução da idade – diz.

Por isso, o especialista deixa a dica: 

O importante é que você tenha pelo menos 25% do valor do imóvel guardado para dar os 20% de entrada e pagar as taxas. E o quão mais jovem você conseguir chegar nesse patamar menor são os juros que você paga. Então, a idade ideal para comprar é um balanço entre juventude e esse mínimo de 25% do imóvel – afirma. 

Idade máxima: desvantagem para os mais velhos

Além do seguro, outra regra coloca os mais velhos em desvantagem. Isso porque há uma lei que exige que o financiamento seja quitado até a idade máxima de 80 anos e seis meses de quem compra o imóvel, justamente por causa do MIP. 

Essa também é a forma dos bancos de evitar o risco de inadimplência por fatores relacionados a idade. 

Desta forma, se uma pessoa tem 60 anos ela só poderá financiar o imóvel pelo período de 20 anos e seis meses, para que a transação seja concluída quando ela tiver 80 anos e seis meses. A mesma lógica segue para as demais idades. 

Qual a idade mínima para assumir um financiamento? 

Publicidade

Publicidade

Atualmente, aos completar 18 anos já é possível assumir um financiamento, contando que o mesmo passe pela análise de crédito. 

O valor é estipulado de acordo com a renda, considerando que as parcelas não podem ultrapassar 30% da renda bruta do comprador.

A educadora financeira, Luciana Ikedo, comenta que mesmo que uma pessoa de 18 anos com renda comprovada esteja apta a financiar um imóvel, nem sempre esta será a melhor escolha.

É preciso considerar que no inicio da vida profissional ainda não estamos consolidados financeiramente e normalmente a nossa renda ainda é menor do que será no auge da carreira. Comprometer grande parte da renda com um financiamento imobiliário pode tornar escassos os recursos que poderiam ser destinados à própria formação, como a realização de um MBA, um intercâmbio, a busca por uma certificação – afirma.

Entretanto, a especialista também destaca que esperar demais pode ser um problema. Isso porque o trabalhador pode estar em uma fase de declínio da carreira e começando a ver a queda na renda. 

Também é a fase da vida em que os problemas de saúde podem surgir, o que faz com o seguro habitacional, obrigatório para a contratação do financiamento imobiliário, se torna mais caro – afirma.

Publicidade

Sendo assim, antes de assumir um financiamento, é preciso colocar na ponta do lápis todas as variantes e escolher, com atenção, a opção que melhor se encaixa na sua jornada de vida. 

Publicidade

As informações são do Portal Valor Investe. 

Jornalista com mais de 8 anos de experiência. Trabalhou como redatora, repórter e produtora na emissora Nossa Rádio FM e produtora na Metropolitana AM, depois foi diretora-geral do conhecido podcast Mamilos, passou por algumas agências de São Paulo e Rio de Janeiro e agora, além de colaboradora da WebGo Content, é Copy Content na In House da divisão agrícola da Bayer e Host/Criadora do podcast "Me Empresta Seus Óculos".
InstagramLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário