Florianópolis suspende calendário de vacinação contra covid-19 por falta de doses

vacinação contra covid-19 em Florianópolis

Está suspensa a vacinação contra covid-19 em Florianópolis por falta de doses. Apenas gestantes, lactantes e puérperas que fizeram o agendamento receberam o imunizante nesta sexta-feira (23). A informação foi divulgada hoje pela prefeitura da capital catarinense. 

Apesar da suspensão no calendário de Florianópolis, outras cidades continuarão realizando o esquema vacinal normalmente. Veja abaixo o cronograma estabelecido para os demais municípios do estado.

Publicidade

Publicidade

vacinação contra covid-19 em Florianópolis

Calendário de vacinação contra covid-19 em Florianópolis e demais municípios

Florianópolis

Na capital, receberão a segunda dose do imunizante contra o coronavírus os seguintes grupos já agendados:

  • Pessoas que receberam a primeira dose da CoronaVac há 28 dias;
  • Pessoas que receberam a primeira dose da AstraZeneca há 10 semanas.

Confira abaixo as unidades de atendimento para quem for se vacinar a pé, que funcionarão das 9h às 16h:

  • Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira;
  • Centro de Eventos da UFSC;
  • Antigo Aeroporto;
  • Floripa Shopping;
  • Estádio Orlando Scarpelli.

O SEAD/Centro, próximo ao Supermercado Hippo, será um dos pontos de vacinação para pedestres e funcionará das 7h30 às 18h30.

Publicidade

Publicidade

Joinville

No município de Joinville, chegou a vez de pessoas acima de 38 anos, trabalhadores da indústria acima dos 33 anos e grupos anteriores receberem a vacina. A segunda dose é para os cidadãos que já têm agendamento confirmado. Clique aqui para acessar o site da prefeitura e conferir os locais de vacinação.

Itajaí

Pessoas acima de 45 anos, trabalhadores da indústria com mais de 40 anos, professores e grupos prioritários anteriores devem ir até os postos para receber a primeira dose. Os cidadãos que chegaram no prazo para completar o esquema vacinal também devem ir às unidades para receber a segunda aplicação. Acesse o site do executivo municipal para saber os locais de imunização.

Lages

Em Lages, está na hora de pessoas acima de 33 anos, trabalhadores da indústria com mais de 25 anos, gestantes, puérperas e grupos anteriores se vacinarem. Quem está no prazo também deve ir até as unidades de atendimento para receber a segunda dose. Os locais de vacinação estão no site da prefeitura.

Blumenau

Blumenau está imunizando com a primeira dose pessoas acima de 36 anos, trabalhadores da indústria acima de 18 anos e públicos anteriores. A segunda dose é somente para os munícipes que já realizaram o agendamento. Acesse o site da prefeitura de Blumenau para conferir os pontos de atendimento.

Criciúma

Quem tem mais de 32 anos, trabalha na indústria e tem mais de 30 anos, e grupos prioritários anteriores devem ir até os postos de Criciúma para receber a primeira dose. Quem ainda está no prazo também deve se dirigir até as unidades de saúde para receber a segunda aplicação. Os locais de atendimento você confere no site da prefeitura municipal.

Chapecó

Em Chapecó, chegou a hora de pessoas acima de 31 anos, trabalhadores da indústria e da construção civil a partir de 28 anos, além de grupos prioritários anteriores irem até os postos de saúde e drive-thru para receberem a primeira dose. A segunda dose é para quem está dentro do prazo do esquema vacinal. Veja no site do executivo municipal de Chapecó os locais de vacinação.

Vacinação em massa da fronteira da Argentina

Publicidade

Publicidade

O governo de Santa Catarina começou, nesta quinta-feira (22), a vacinação em massa contra covid-19 nas cidades que fazem fronteira com a Argentina. O objetivo da campanha é diminuir o risco da introdução de novas variantes, segundo o executivo municipal.

Será vacinada a população de 18 a 39 anos em dez cidades do Oeste. Ao todo, 25 mil doses de imunizantes contra o novo coronavírus serão aplicadas nos cidadãos.

A área de cobertura da campanha de vacinação abrange os municípios de Bandeirante, Belmonte, Dionísio Cerqueira, Guaraciaba, Itapiranga, Paraíso, Princesa, Santa Helena, São José do Cedro e Tunápolis.

Natália SatlerJornalista formada pela Universidade Luterana do Brasil de Canoas/RS. Repórter, apresentadora, roteirista e redatora, com experiência em rádio, televisão e online.
Veja mais ›
Fechar