Gleide Ângelo assume o Departamento de Polícia da Mulher

Delegada toma posse com missão de investigar os crimes praticados contra mulheres em Pernambuco e prender os responsáveis pelos assassinatos ou agressões

A partir desta segunda-feira, a delegada Gleide Ângelo, que ficou conhecida por comandar investigações de casos importantes no estado, como os assassinatos da alemã Jennifer Kloker, da estudante Alice Seabra e da administradora Narda Alencar, assumirá o Departamento de Polícia da Mulher (DPMul). Gleide ficará no cargo que era ocupado pela delegada Inalva Regina. Desde novembro de 2015, Gleide estava à frente da Delegacia de Homicídios de Olinda. Antes disso, havia passado seis anos no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Gleide assume o cargo com a missão de investigar os crimes praticados contra mulheres em Pernambuco e prender os responsáveis pelos assassinatos ou agressões. A mudança foi publicada na edição do Diário Oficial do estado da sexta-feira passada, mas a delegada toma posse oficialmente na manhã desta segunda-feira, no auditório da Polícia Civil, na Rua da Aurora.

De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), 58 mulheres foram assassinadas em Pernambuco entre janeiro e fevereiro deste ano. Os dados de março ainda não foram divulgados.

A SDS promoveu mudanças também na assessoria do DPmul. A delegada Julieta Japiassu passa a ocupar a vaga que era da delegada Marta Rosana.

Do Diário de Pernambuco

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
divulgação

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar