Golpe da maquininha aumenta 160% este ano: saiba como evitar!

A chegada da pandemia impactou diretamente no modo de vida das pessoas. Serviços de entrega, por exemplo, ganharam mais popularidade em razão do isolamento social. Entre eles, o mais requisitado foi, sem dúvidas, a entrega de comida em domicílio, também chamado de delivery 

O fato, no entanto, trouxe consigo um risco considerável, que é o golpe da maquininha. De acordo com o levantamento feito pelo Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON – SP), esse tipo de falcatrua se tornou 160% mais recorrente este ano, do que era registrado no ano passado. 

Publicidade

Publicidade

Hoje em dia, as principais empresas que atuam com delivery no mercado brasileiro são Rappi, IFood e Uber Eats. Juntas elas obtiveram 341 reclamações registradas em 2021. Enquanto que em 2020, no mesmo período, não passaram de 144. 

Golpe da maquininha aumenta 160% este ano: saiba como evitar!
Valores cobrados pelos golpistas vão muito além do total da compra, de fato. | Imagem: Reprodução Google

Como é o golpe da maquininha? 

Para quem ainda não conhece, saiba que o golpe da maquininha ocorre no momento em que o entregador faz contato com o cliente por fora do aplicativo e mente dizendo que existe um valor pendente. Em seguida, uma outra pessoa liga, ou manda mensagem, se passando por representante da empresa. Então, é solicitado o pagamento do valor que supostamente estaria faltando. 

“Geralmente esses golpes são aplicados por uma pessoa que se diz entregador. Mas ela não é um entregador. O entregador está preocupado em gerar renda para a sua família, principalmente num período de pandemia”, explica o presidente da Associação Brasileira de Online to Offline, Victor Magnani. 

Publicidade

Publicidade

Como evitar cair no golpe da maquininha? 

Depois de cair no golpe da maquinha, é complicado provar todos os acontecimentos e, mais ainda, conseguir o ressarcimento da quantia perdida. Por isso, o ideal é tomar medidas de prevenção. Considerando que esse tipo de fralde tem um padrão já identificado, o consumidor deve ficar atento para perceber os sinais de alerta. 

Sempre que estiver realizando um pedido por aplicativo de entrega, tenha em mente que cada etapa da compra será definida dentro da própria ferramenta. Portanto, caso  façam contato por fora, utilizando o WhatsApp ou outro meio de comunicação, você terá motivos para achar a ação suspeita. 

A desculpa usada, no geral, é de que o restaurante revisou o valor do pedido e percebeu que a cobrança foi abaixo do preço. Daí, o cliente é incentivado a pagar a diferença. A seguir, confira as orientações mais importantes para evitar que você caia no golpe da maquininha: 

  • Não efetue o pagamento se a máquina de cartão estiver com o visor quebrado, ou se o valor não estiver visível; 
  • Não informe seus dados por telefone; 
  • Desconfie do entregador que exigir pagamento de taxas adicionais; 
  • Busque se informar diretamente com o restaurante onde pediu a comida, caso exista dúvida; 
  • Evite pagar fisicamente, no momento da entrega. Afinal, na hipótese de fraude pelo aplicativo, a empresa torna-se responsável. 

Por fim, quem tiver problemas com uma empresa de delivery pode buscar ajuda no Procon-SP, tanto pelo site, quanto pelo aplicativo.  

Fontes: IG Mail, Fantástico e Isto É. 

Assuntos que podem te interessar: 

Uma jornalista de 23 anos, nascida e criada no quadradinho. Encantada por literatura e todas as formas de comunicação. Antes de atuar como redatora, participei dos programas de estágio do Ministério da Justiça, da Defensoria Pública do Distrito Federal e da Câmara dos Deputados. Atualmente, ocupo o papel de estudante, mais uma vez, fazendo especialização em Comunicação Organizacional e Estratégias Digitais no Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB).
Linkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário