Imóvel leiloado: Como evitar a perda do seu imóvel? Veja aqui!

As recentes reduções nas taxas de juros e a criação de novas linhas de crédito que facilitam a compra ajudaram para que houvesse uma alta de 40% no número de financiamentos imobiliários.  

Entretanto, muitos funcionam por meio da alienação fiduciária, que, na prática, quer dizer que o banco é dono do imóvel até que o comprador pague totalmente o financiamento. 

Publicidade

Publicidade

Com isso, muitas vezes, o imóvel vai a leilão por falta de pagamento das parcelas. 

Acompanhe aqui o que fazer para evitar ter seu imóvel leiloado!

casa miniatura e martelo de leilão
Imóvel leiloado: Como evitar a perda do seu imóvel

O que é alienação fiduciária

Antes de tudo, precisamos entender o que é a alienação fiduciária. 

Publicidade

Publicidade

O nome é bem complicado, mas a explicação é simples. Nessa modalidade, o imóvel é dado como garantia até o pagamento de todas as prestações. Sendo assim, até que o imóvel seja totalmente pago, a propriedade é da instituição financeira ou de quem concedeu o crédito.

Conforme dados da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias, o programa Minha Casa Minha Vida foi um dessa modalidade de financiamento. Apenas em 2018, por exemplo, a alienação fiduciária representou 78% das unidades habitacionais vendidas. 

Entretanto, é possível evitar ter o imóvel leiloado. Acompanhe abaixo as formas de fazer isso. 

Negociar os atrasos no pagamento das parcelas

Vivemos um tempo difícil. A pandemia da Covid-19 causou a perda de empregos em todos os estados brasileiros e, sem emprego, muita gente entra na inadimplência. 

Com isso, a falta de pagamento das parcelas imobiliárias também cresce. Caso esse seja o seu caso, a dica é: converse com o banco. 

Nessas épocas de crise, é comum que as instituições bancárias e de crédito aceitem negociações.

Usar o FGTS

Publicidade

Publicidade

Também vale conferir se, para você, está liberado usar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para amortizar o saldo devedor ou diminuir as parcelas do financiamento. 

Repassar o Imóvel

Também é possível transferir o financiamento para outro interessado. Nesse caso, você terá de vender o imóvel e o comprador irá assumir as parcelas do financiamento, tanto as em atraso como as que ainda estão por vir. 

Prazos para ter o imóvel leiloado

Há prazos para ter o imóvel leiloado. Veja: 

  • Bancos e instituições financeiras demoram até 90 dias para avisar os clientes sobre a primeira fatura em atraso. 
  • Cliente tem 15 dias para pagar o débito ou a empresa poderá solicitar ao cartório a propriedade sobre o imóvel. 
  • Banco tem 30 dias após essa data para incluir seu imóvel em um leilão.

Sendo assim, se a pessoa não fizer o pagamento da parcela em atraso nesses 15 dias, terá o imóvel leiloado. 

Posso recorrer se tiver o imóvel leiloado?

Publicidade

A resposta é: sim. Após o leilão, caso a pessoa tenha interesse em recorrer, é possível usar o ajuizamento de ação. Essa medida tem o objetivo de suspender ou cancelar o leilão daquele imóvel. 

Publicidade

Dependendo do resultado, o comprador original poderá se manter no imóvel mesmo após o arremate. 

Entretanto, caso exista a transferência do imóvel e não exista a desocupação voluntária ou por acordo entre as partes, o morador terá apenas 60 dias para desocupar o lugar. 

Vale ressaltar que isso é lei e está prevista no 300 do Código de Processo Civil.

Passos para enviar o imóvel para leilão

Publicidade

Publicidade

Caso realmente haja inadimplência, o banco ou instituição de crédito precisa seguir um passo a passo para ter o imóvel leiloado. 

São eles: 

  • Enviar notificações. Elas podem ser pessoais ou eletrônicas. 
  • Depois o banco precisa incluir a descrição completa e as fotos do imóvel no site da empresa que fará o leilão. 
  • Por fim, o banco também precisa notificar o devedor sobre o leilão, informando a data, o horário e o local exato.

Jornalista com mais de 8 anos de experiência. Trabalhou como redatora, repórter e produtora na emissora Nossa Rádio FM e produtora na Metropolitana AM, depois foi diretora-geral do conhecido podcast Mamilos, passou por algumas agências de São Paulo e Rio de Janeiro e agora, além de colaboradora da WebGo Content, é Copy Content na In House da divisão agrícola da Bayer e Host/Criadora do podcast "Me Empresta Seus Óculos".
InstagramLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário