INSS: Queda da expectativa de vida impactará no valor da aposentadoria – Entenda!

Brasileiros podem ter aumento no valor da aposentadoria por conta do número de mortes registradas pelo novo coronavírus. Os números impactam  diretamente e negativamente a expectativa de vida da população de acordo com as regiões do país.

INSS

O valor da aposentadoria paga aos segurados do Instituto Nacional do Seguro Social pode aumentar devido a redução da expectativa de vida causada pela pandemia do novo coronavírus no Brasil.

Publicidade

Publicidade

A observação foi apresentada na Universidade de Yale por meio de um estudo realizado por universidades de Harvard, Princeton e pela Universidade de Minas Gerais.

Expectativa de vida

De acordo com a pré-publicação, uma pessoa nascida no Brasil em 2019 poderia viver até os 76,6 anos, em média. No entanto, após a Covid-19 a expectativa baixou para 74,7 anos, em 2020.

Dessa forma, é possível constatar um declínio de 1,94 ano em relação a expectativa de vida e esse resultado não é percebido desde 2013.

Publicidade

Publicidade

Apesar do estudo, a expectativa de vida no país é analisada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e divulgada no fim do ano. 

casal idoso caminhando em parque
Brasileiros podem viver menos tempo pós-pandemia

Caso a previsão seja confirmada pode haver alteração no valor das aposentadorias, uma vez que o benefício é concedido com base no fator previdenciário.

Vale lembrar que o índice é calculado conforme a idade, o período de contribuição e a expectativa de vida do segurado. 

Já o cálculo da expectativa de vida é feito com base no número de óbitos de determinada região dividido pela soma da idade média da população.

Valor da aposentadoria

O valor da aposentadoria sofreu reajuste de 5,26% para quem recebe um salário mínimo. Sendo assim, o benefício concedido pelo Instituto Nacional do Seguro Social passou de R$1.045 para R$1.100.

Quem tiver interesse em consultar o valor do benefício pode acessar o Meu INSS por meio do aplicativo ou site meu.inss.gov.br; 

Publicidade

Publicidade

Basta fazer login e clicar na opção “Extrato de Pagamento”, depois clicar no ícone de calendário para determinar o período.

Posteriormente você será encaminhado para a página de “Extrato de Pagamento de Benefício”, onde deverá clicar na seta “V” para visualizar as informações detalhadas.

Mortes no Brasil

Em uma observação regional, a redução estimada para o Distrito Federal é de 3,68 anos. O número é seguido por 3,62 no Amapá, 3,43 anos em Roraima e 3,28 anos no Amazonas.

Essas previsões têm como base o elevado número de mortes registradas em 2020 por conta do novo coronavírus. 

Publicidade

A média anual de crescimento de registros de mortes no Brasil foi de 1,9% para 8,6% no ano passado.

Publicidade

Até a segunda quinzena de abril deste ano, mais de 381 mil mortes foram registradas em todo o país.

Com o crescimento de mortes em 2021 a queda na expectativa de vida dos brasileiros pode ser ainda maior. O cenário só poderá ser estabilizado quando houver a vacinação em massa da população e o controle de variantes da Covid-19.

Até o dia 21 de abril também foi possível constatar que aproximadamente 4,3% da população tomou a segunda dose da vacina, o equivalente a 9.140.452 pessoas imunizadas.

Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo atuante na chamada "massa de mídias", trazendo mais um braço da pluralidade de opinião em detrimento do mito da imparcialidade.
Linkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário