IPVA SP 2022: última semana para pagamento da 2ª parcela; saiba como pagar em dia

Esta é a última semana para o pagamento da segunda parcela do IPVA SP 2022 para veículos com os números 8, 9 e 0 no final da placa.

Atenção contribuintes de São Paulo: o calendário de pagamentos do IPVA SP 2022 continua a todo vapor. Quem tem veículo com os números finais 8, 9 e 0 na placa devem ficar atentos aos prazos da segunda parcela, que vencem nos próximos dias. Quem começou o parcelamento em fevereiro e tem pago as cotas em dia consegue abatimento de 5% do valor total. 

Onde e como pagar o IPVA SP 2022?

IPVA SP 2022: última semana para pagamento da 2ª parcela; saiba como pagar em dia
Você sabe como pagar o IPVA SP 2022: veja quais são as formas de pagamento e onde fazer isso. (Imagem: Agencia Brasil / Divulgação)

Até janeiro era possível pagar o IPVA SP 2022 em cota única com 9% de desconto. Em fevereiro, o desconto passou para 5% à vista e também para quem pagasse, dentro do prazo, de forma parcelada. Atualmente, não existe mais a possibilidade de pagar o imposto de uma só vez. Os contribuintes conseguem apenas a redução para quem pagar as cotas em dia. 

Publicidade

Publicidade

O pagamento do tributo pode ser feito de diversas maneiras:

  • Em qualquer rede bancária credenciada, com o número do RENAVAM; 
  • Pela internet ou débito agendado, nos terminais de autoatendimento, nos guichês de caixa ou outros canais oferecidos pela instituição bancária;
  • Nas casas lotéricas;
  • Com o cartão de crédito para quitar o imposto, nas empresas credenciadas à Secretaria da Fazenda e Planejamento.

Quem optar pelo pagamento com cartão de crédito nas empresas credenciadas à Secretaria da Fazenda e Planejamento pode definir o número de parcelas e adequar a melhor negociação. 

Calendário completo de pagamento do IPVA SP 2022

Nesta segunda-feira, os veículos com número 8 no final da placa devem pagar a segunda parcela do IPVA SP 2022. Veja as próximas datas para esses condutores:

Publicidade

Publicidade

Placa com final 8:

  • 1ª parcela ou Cota Única C/ desc. 5%: 21 de fevereiro;
  • 2ª parcela: 21 de março; 
  • 3ª parcela: 22 de abril;
  • 4ª parcela: 20 de maio;
  • 5ª parcela: 23 de junho. 

Placa com final 9:

  • 1ª parcela ou Cota Única C/ desc. 5%: 22 de fevereiro;
  • 2ª parcela: 22 de março; 
  • 3ª parcela: 25 de abril; 
  • 4ª parcela: 23 de maio;
  • 5ª parcela: 24 de junho. 

Placa com final 0:

  • 1ª parcela ou Cota Única C/ desc. 5%:23 de fevereiro; 
  • 2ª parcela: 23 de março; 
  • 3ª parcela: 26 de abril; 
  • 4ª parcela: 24 de maio; 
  • 5ª parcela: 27 de junho. 

Confira o calendário completo:

 

IPVA SP 2022
Calendário completo do IPVA SP 2022. (Imagem: Divulgação / Governo de São Paulo)

O que acontece se eu não pagar o IPVA 2022?

Em São Paulo, o contribuinte que não pagar o IPVA 2022 SP  fica sujeito a multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora com base na taxa Selic. Depois de 60 dias em que o imposto não foi pago, o percentual da multa é fixado em 20% do valor do tributo. 

Além disso, quando o cidadão não paga o IPVA, ele não consegue  fazer o novo licenciamento do veículo. Se o condutor for parado em uma blitz, ele pode receber multa gravíssima de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o veículo é apreendido. 

Veja quais são os únicos casos que permitem o não pagamento do IPVA SP 2022:

  • Condutores com deficiência física severa ou profunda, que consigam dirigir um veículo especialmente adaptado e customizado para sua situação;
  • Não condutores com deficiência física, visual, mental, severa ou profunda, ou de autismo;
  • Veículos com mais de 20 anos ou que foram fabricados antes de 2022;
  • Táxi e mototáxi;
  • Entidades e pessoas com direito a tratamento diplomático;
  • Ônibus ou micro-ônibus para transporte urbano, metropolitano ou fretamento contínuo;
  • Transporte escolar;
  • Perda total ou destruição do veículo;
  • Furto ou roubo do veículo;
  • Alienação do veículo;
  • Falecimento do beneficiário da isenção do IPVA;
  • Baixa espontânea, tal como na concessão de isenção a outro veículo de propriedade da mesma pessoa física;
  • Leilão como sucata do veículo;
  • Privação dos direitos de propriedade do veículo por arresto, sequestro, penhora, apreensão judicial ou apreensão administrativa para fins de averiguação ou instrução de inquérito policial;
  • Tempos de qualquer culto;
  • Instituições de ensino e assistência social sem fins lucrativos;
  • Entidades sindicais dos trabalhadores;
  • Partidos políticos e suas fundações;
  • Órgãos públicos, autarquias e fundações mantidas pelo Poder Público. 

Formada em Jornalismo pela PUCPR. Atualmente está cursando Pós Graduação em Questão Social e Direitos Humanos na mesma instituição de ensino. Tem paixão por informar as pessoas e acredita que a comunicação é uma ferramenta que pode mudar o mundo!
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário