Leilão de Celulares da Receita Federal: guia completo de como participar

Eduardo Peres

27/01/2024

Um dos eventos mais aguardados nos próximos dias é o leilão de itens apreendidos ou abandonados realizado pela Receita Federal do Brasil, e entre os diversos produtos ofertados, destacam-se os celulares, que chamam a atenção pela possibilidade de aquisição a preços competitivos.

Estas ocasiões são igualmente valiosas para tanto pessoas físicas quanto jurídicas interessadas em eletrônicos e uma vasta gama de outros itens. Apresentamos aqui um guia completo para os interessados pelos leilão da Receita Federal, focando nas etapas essenciais para participação bem-sucedida.

Leilão de Celulares da Receita Federal: guia completo de como participar

Leilão de Celulares da Receita Federal: guia completo de como participar

Como funciona o leilão da receita federal e como participar?

O acesso do leilão da Receita Federal é através do “Sistema de Leilão Eletrônico“, disponível no portal e-CAC (Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte). Para tanto, é necessário dispor de uma conta GOV.BR de nível Prata ou Ouro.

Os interessados encontram no site da Receita todas as informações necessárias, tais como detalhamento de lotes e valores mínimos, além do edital contendo as instruções de participação. O acesso ao certame se inicia com o envio de propostas e move-se para um pregão eletrônico, onde as lances se intensificam em busca dos itens ambicionados.

Quais tipos de celulares podem ser conseguidos no leilão?

A Receita Federal disponibiliza uma gama carregada de smartphones e dispositivos móveis de toda espécie. Frequentemente, os aparelhos vêm de importações que não cumpriram com as regulamentações alfandegárias ou de viajantes internacionais que excederam as quotas admissíveis.

Esta diversidade é um ponto alto, podendo-se encontrar desde modelos mais básicos até os mais desejados do mercado. Vale destacar, todavia, que a revenda desses produtos permanece proibida, mesmo após o arremate.

Como conseguir os celulares?

O interessado deve inicialmente se inscrever, possuindo uma certificação digital exigida pela Receita Federal. Durante o leilão, os lances iniciais devem ser oferecidos com o intuito de se qualificar para o pregão, etapa na qual o embate pelas ofertas é direto.

A estratégia ao propor o lance inicial é de suma importância, devendo ser até 10% inferior à maior proposta registrada. Os lotes de celulares, por sua vez, são indivisíveis, significando que o interessado deverá arrematar o conjunto ofertado na integralidade.

Quais outros produtos podem aparecer no leilão?

Além do cobiçado segmento de eletrônicos, a Receita Federal oportuniza aos participantes um espectro diversificado de itens nos seus leilões. Produtos como notebooks, tablets, videogames e diversos itens de consumo, incluindo kits de maquiagem e mobiliário, podem ser encontrados.

Veículos, muitas vezes de alta gama, também são frequentes nestas ocasiões, despertando o interesse de um público distinto e especializado na procura por boas oportunidades de investimento.

Eduardo Peres
Escrito por

Eduardo Peres

Redator da WebGo Content desde janeiro de 2022. Tenho interesse por assuntos como história, política, filmes, séries (preferencialmente de ação, aventura e ficção científica), além da literatura e pela tecnologia, principalmente por videogames.

0

Aguarde, procurando sua resposta