Linhas de crédito para caminhoneiros: Caixa anuncia pacote com condições especiais para a categoria!

Na última terça-feira (18), a Caixa Econômica Federal fez o lançamento de linhas de crédito para caminhoneiros.

Essas medidas vão servir para prestar atendimentos às demandas da categoria bem como evitar que ocorra paralisação.

Publicidade

Publicidade

Hoje, fique por dentro dessas ações voltadas aos caminhoneiros. Saiba mais a seguir.

Como vão funcionar as linhas de crédito

Homem com as mãos no volante de um caminhão
O governo oferece linhas de crédito para caminhoneiros (imagem: reprodução/blog da Rodojacto)

A princípio, o crédito vai servir aos caminhoneiros que precisam renegociar dívidas e, mais à frente, à antecipação de benefícios.

Especialmente no quesito antecipação, cuja finalidade é deixar barato o custo dessa operação. Atualmente, os caminhoneiros antecipam seus ganhos com frete fora do sistema de finanças nacional.

Publicidade

Publicidade

Documento digital

Ao estabelecer novas medidas, os profissionais dessa área vão ter acesso ao Documento Eletrônico de Transportes (DT-e).

Os caminhoneiros vão poder utilizar esse documento no aparelho celular e, de forma regularizada e oficial, terão uma série de serviços disponíveis

De acordo com a área econômica, a partir desse documento, a carta de frete vai passar a ser reconhecida como um recebível.

Logo, seu uso concederá a obtenção de crédito junto à fintechs e as instituições financeiras físicas.

Linhas de crédito Giro CAIXA Fácil

Até o final de junho a Caixa vai lançar a linha Giro CAIXA Fácil Caminhoneiro, no qual o profissional vai poder contratá-la via app Caixa Tem.

Vale destacar que a Caixa também vai ofertar condições especiais para crédito pessoal, que mensalmente apresentam taxa de juros de 3,01% a 3,70%.

Publicidade

Publicidade

Além disso, contam com carência de até 60 dias para que a primeira parcela seja paga e com prazo de até 60 meses para o quitamento do contrato.

A obtenção de imóvel por parte do trabalhador pode ser usada como garantia para que ele consiga um financiamento de até 60% do bem. A taxa de juros vai sofrer variação de 0,60% a 1,10% por mês e com 180 meses para quitar a dívida.

Renegociação e financiamento de projetos

Ainda vai ser oferecido pela Caixa condições diferenciadas de renegociação, que contam com dívidas comerciais parceladas em até 96 meses.

Além disso, suas taxas de juros serão a partir de 1,14% com até 90% de descontos para que dívidas atrasadas por mais de 360 dias sejam liquidadas.

Publicidade

Há também a possibilidade de projetos como Ponto de Parada e Descanso (PDD) serem financiados para estabelecimentos que tenham certificação.

Publicidade

As condições de crédito a respeito dessa modalidade vão depender de cada projeto. No entanto, as taxas vão de 0,99% ao mês e com até 120 meses de prazo para pagamento.

Ações do governo

Com o intuito de conter a insatisfação dos caminhoneiros, na primeira semana de março o governo zerou por dois meses as alíquotas de PIS/CONFINS sobre o diesel.

Para promover essa ação, foi preciso extinguir um regime especial da indústria química além de elevar a tributação de instituições bancárias.

Publicidade

Publicidade

É valido salientar que no começo deste ano, o diesel sofreu reajustes sucessivos quanto aos preços internacionais do petróleo e na esteira da valorização do dólar. Foi daí que se originou a pressão dos caminhoneiros.

Paulo Victor Silva
Estudante do curso de Jornalismo pela UFES. Dono de uma mente inquieta e curiosa. Além disso, é amante de leitura e apaixonado por música.
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário