Major Olímpio entra com pedido de prisão preventiva do ex-presidente Lula

O senador Major Olimpio (PSL-SP) entrou com uma representação, nesta segunda-feira, na Procuradoria-Geral da República (PGR) solicitando a prisão preventiva do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT), usando como base para o pedido a Lei de Segurança Nacional. De acordo com o líder do governo no Senado, o petista incitou violência contra a ordem pública ao dizer que o Brasil precisa se inspirar nos movimentos que acontecem no Chile e ir para às ruas.

“Uma incitação desta natureza ultrapassa qualquer razoabilidade de liberdade de expressão e demonstra um projeto de poder que quer se utilizar da violência e da quebra da ordem pública para a proteção de criminosos”, escreveu Olímpio no documento enviado ao procurador-geral da República, Augusto Aras.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

No último sábado, Lula discursou para uma multidão de militantes, apoiadores e correligionários na frente do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Em um dado momento de sua fala, disse ser necessário “atacar” e não apenas se defender dos males causados pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL): “É uma questão de honra a gente recuperar esse país. A gente tem que seguir o exemplo do povo do Chile, do povo da Bolívia. A gente tem que resistir. Não é resistir. Na verdade, é lutar, é atacar e não apenas se defender. A gente está muito tranquilo”.

Por: TUPI

divulgação

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar