Nubank vai liberar empréstimo na maquininha para MEIs veja como vai funcionar

Agora quem é MEI ou dono de micro e pequenas empresas, tem mais uma oportunidade de passar pela crise financeira do coronavírus, que é o empréstimo por meio da maquininha.

Essa mobilidade entrou na ativa por meio do PEAC – Programa Emergencial de Acesso ao Crédito -, do qual foi criado em junho pela medida provisória, que agora virou lei.

Publicidade

Publicidade

Veja mais abaixo sobre essa questão e fique por dentro de como funciona e quais são suas principais vantagens e desvantagens para o trabalhador brasileiro.

Nubank fará a liberação de maquininha de empréstimo para MEI

Nubank fará a liberação de maquininha de empréstimo para MEI
Nubank fará a liberação de maquininha de empréstimo para MEI | Fonte: Canva

Para quem quer a maquininha da Nubank, essa possibilidade já está na ativa, sendo que o principal objetivo é o de dar acesso para crédito, conseguindo assim facilitar a vida de várias empresas e instituições que estão tendo que se “virar nos 30” diante da pandemia.

Esse processo pode ser feito por meio de duas modalidades, que são:

Publicidade

Publicidade

  • PEAC Maquininha: o empréstimo por meio da maquininha, onde o indivíduo irá destinar certa parte do que receber para conseguir pagar esse crédito;
  • PEAC FGI: por meio da disponibilização de garantia via FGI – Fundo Garantidor para Investimentos e pelo BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

Leia mais abaixo sobre como cada uma dessas modalidades irá funcionar e entenda todos os processos e qual é aquele mais vantajoso para você.

PEAC Maquininhas: empréstimo via maquininha

De maneira básica, as empresas das quais contratarem esse empréstimo por meio da maquininha, possuem como grande garantia que os valores sejam recebidos rapidamente por meio da máquina do cartão, onde certa porcentagem do que foi recebido é feito o pagamento do empréstimo em questão.

O valor máximo desse crédito é o dobro da média mensal do que for recebido nas maquininhas no primeiro período de 1º de março de 2019 até 29 de fevereiro de 2020, tirando os meses em que essa quantidade for zero, não podendo ultrapassar de R$50 mil.

As condições para isso, são:

  • As taxas de juros usadas são de até 6% durante ao ano sobre o valor do crédito, da qual é cobrada mensalmente;
  • Tempo de carência de 6 meses para o começo o pagamento, com cobrança de juros nesse tempo;
  • Prazo de 36 meses para fazer o pagamento, incluindo também o prazo de carência, para quem começar a pagar esse empréstimo logo depois de 6 meses, ou seja, com 30 meses para pagamento, por exemplo.

Depois de contratar esse crédito por meio do PEAC maquininhas, a pessoa deve realizar a transferência de 8% do valor das vendas que forem realizadas nas maquininhas para a instituição financeira, como maneira de pagar essa dívida, logo após o tempo de carência.

É importante destacar que se essa parcela não for paga até a data de vencimento, a instituição pode fazer o débito do valor faltante.

Publicidade

Publicidade

As pessoas que podem fazer essa solicitação, são:

  • MEI, Microempreendedores e empresas de pequeno porte;
  • Devem ter tido vendas de bens ou de prestações de serviços por meio das maquininhas de pagamento digital;
  • Não tenha durante o período de formalização ou de empréstimo, operações de crédito que estejam ativas ou fora do PEAC maquininhas, das quais devem ser garantidas por recebíveis formas de pagamento.

PEAC FGI: empréstimo por garantia

Enquanto isso, o Programa Emergencial de Acesso ao Crédito na modalidade FGI, possui uma autorização de aumentar em até R$20 bilhões sua participação no FGI, de forma a cobrir as demais operações do programa.

O programa apoia pequenas e médias empresas, tirando as cooperativas de crédito, principalmente para quem quer conseguir financiamento ou empréstimo.

Dessa forma, o PEAC-FGI tem uma grande quantidade de financiamentos e de empréstimos, dos quais são realizados por meio das linhas de crédito do BNDES, além de demais instituições parceiras.

Quem possui direito ao crédito do PEAC

  • Pequenas e médias empresas, associações, fundações de direito privado e cooperativas – tirando as de crédito -, com receita bruta entre R$360 mil até R$300 milhões;
  • Empresas privadas no geral;
  • Empresário individual;
  • Empresa individual de responsabilidade com limitação – com natureza empresária;
  • Sociedade simples pura;
  • Sociedade simples limitada;
  • Sociedade empresária limitada;
  • Sociedade privada anônima aberta;
  • Sociedade privada anônima fechada;
  • Associação;
  • Fundação de direito privado;
  • Sociedade cooperativa – tirando crédito.

Como fazer a contratação?

Publicidade

Aqueles que querem fazer um financiamento ou empréstimo com essa garantia do PEAC, precisam procurar uma instituição financeira que esteja autorizada e que tenha garantia do programa.

Publicidade

Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário