Simples Nacional: o que é o Fator R? Para que ele serve? Entenda aqui!

Se você possui uma empresa que aderi ao regime do Simples Nacional (SN), é bem provável que tenha conhecimento a respeito do que é o Fator R.

Mas, caso você esteja dando os seus primeiros passos no mundo mercadológico ou, ainda que tenha certa experiência, tem dúvidas quanto a esse assunto, basta continuar a leitura deste post e ficar por dentro do que se trata. Saiba mais a seguir.

Publicidade

Publicidade

Entenda o que é o Simples Nacional

Homem calculando
(imagem: reprodução/ site Auster Inteligência Contábil)

Antes de seguirmos a respeito de como calcular o Fator R, é necessário que você entenda como o regime SN funciona.

Nesse sistema é que estão inclusos as principais contribuições e tributos existentes no Brasil e que, para as micro e pequenas empresas, são cobrados de forma simplificada.

Vale lembrar que o SN conta com cinco anexos, nos quais detém todas as alíquotas de impostos que sofrem variação conforme a atividade exercida. Confira quais são eles:

Publicidade

Publicidade

  • Anexo I — estabelecimentos comerciais;
  • Anexo II — indústrias;
  • Anexo III — prestadores de serviço;
  • Anexo IV — prestadores de serviço;
  • Anexo V — prestadores de serviço.

O que, de fato, é o Fator R?

As empresas enquadradas no regime do Simples passam a ser tributadas em anexos distintos, o que as tornam dependentes do quanto há de mão de obra de pessoa física empregada levando em conta o faturamento obtido.

Organizações em que a folha pessoal ultrapassa 28% do faturamento associadas ao anexo III da lei complementar 123/2006.

São atreladas ao anexo V as empresas no qual a proporção desse gasto por pessoa física se apresenta inferior a 28%.

Com base nisso, os anexos podem ser representados pelo seguinte esquema:

Anexo 3 = Fator R > 28%

Anexo 5 = Fator R < 28%

Como fazer o cálculo do Fator R?

Publicidade

Publicidade

Antes de tudo, é preciso efetuar a soma da folha salarial dos últimos 12 meses antecedentes ao período de apuração. Para isso, suponha que esse mês seja o de abril de 2021.

Assim, o cálculo que deverá ser contabilizado será sobre todo o gasto que foi obtido com a folha durante o ano de 2020, incluindo também os encargos.

Depois, é necessário fazer o apuramento sobre qual foi a receita bruta que o mesmo período apresentou no qual foi feito a soma da folha salarial.

Feito isso, apenas dividindo-se uma variável pela outra e aplicando a multiplicação do resultado por 100, se chega à proporção da folha salarial.

Exemplo de um cálculo

Publicidade

Com o intuito de tornar mais claro a explicação acima, vamos pensar em uma situação hipotética:

Publicidade

Folha salarial do período de 12 meses (FSP12) = R$ 450.500,00

Receita bruta do período de 12 meses (RBP12) = R$ 2.250.000,00

Cálculo aplicado:

Publicidade

Publicidade

Fator R = (FSP12/RBP12) x 100

Fator R = (450.500,00/2.250.000,00) x 100 = 0, 200

Fator R = 0, 200 x 100 = 20%

Com base nesse cálculo, como a empresa não ultrapassou a proporção do Fator R de 28%, ela será tributada pelo anexo V.

Assim sendo, com esse post esperamos que você tenha conseguido entender como efetuar o cálculo do Fator R do Simples Nacional.

Estudante do curso de Jornalismo pela UFES. Dono de uma mente inquieta e curiosa. Além disso, é amante de leitura e apaixonado por música.
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário