Padre Fábio de Melo reflete sobre morte de Arthur, neto de Lula

“Que nossas diferenças políticas não nos privem da solidariedade”

O padre Fabio de Melo usou seu Twitter para prestar solidariedade à família do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta sexta-feira, dia 1. Preso há meses por corrupção, o político recebeu a notícia que seu neto Arthur, de apenas 7 anos, faleceu de meningite na manhã de hoje, em São Paulo. “Que as nossas diferenças políticas não nos privem da solidariedade que nos torna humanos. Uma criança está morta. Nada pode ser mais doloroso ao coração de uma família”, escreveu o sacerdote, prestando seu apoio.

CONTINUA APÓS O ANUNCIO

https://support.twitter.com/articles/20175256

O religioso ainda aproveitou para contar uma história emocionante que aconteceu no Paraná. “O lho do prefeito morreu num acidente. O inimigo político, que há anos lhe fazia acirrada oposição, entrou na casa e encontrou o prefeito ao lado do lho morto. Choraram juntos num abraço prolongado”, disse. Em seguida, reetiu: “Deveria ser natural à condição humana poder discordar, contestar, protestar, tomar partido, sem que isso se transformasse em ódio pelo outro, satisfação em ver nele os desdobramentos naturais da nitude que é de todos nós”, nalizou ele. Arthur Araújo Lula da Silva deve ser cremado neste sábado, às 12h. O ex-presidente foi liberado para acompanhar a cerimônia.

Do NE10

 

CONTINUA APÓS O ANUNCIO

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar