Auxílio Emergencial: Pagamento da segunda parcela começa HOJE (16/5) – Veja quem recebe!

A segunda parcela do Auxílio Emergencial começará a ser paga neste domingo (16) pela Caixa Econômica Federal. Desta vez, quem recebe o benefício são os trabalhadores nascidos em janeiro, que não ganham Bolsa Família. 

Já os beneficiários do programa social do governo vão começar a receber a segunda parcela do Auxílio Emergencial na terça-feira (18). Os valores serão depositados na poupança social digital do aplicativo Caixa Tem.





No momento em que a segunda parcela do Auxílio Emergencial cair na conta dos trabalhadores, será possível utilizar o cartão virtual para realizar compras ou fazer transferências e pagamentos online.

Porém, os saques do benefício só serão liberados no dia 31 de maio. Até lá, será possível realizar apenas transações virtuais. 

Calendário segunda parcela do Auxílio Emergencial

Começam a receber a segunda parcela do Auxílio Emergencial, neste domingo (16), os trabalhadores do Cadastro Único inscritos, nascidos em janeiro e inscritos pelo site ou aplicativo.





A consulta do benefício pode ser feita tanto no site do Auxílio Emergencial 2021 como no app. Confira abaixo o calendário completo de pagamentos para beneficiários do Bolsa Família:

Nº do NIS terminado em 1: 

  • 2ª parcela: 18/05;
  • 3ª parcela: 17/06;
  • 4ª parcela: 19/07.

Nº do NIS terminado em 2: 

  • 2ª parcela: 19/05;
  • 3ª parcela: 18/06;
  • 4ª parcela: 20/07;

Nº do NIS terminado em 3: 

  • 2ª parcela: 20/05;
  • 3ª parcela: 21/06;
  • 4ª parcela: 21/07.

Nº do NIS terminado em 4: 

  • 2ª parcela: 21/05;
  • 3ª parcela: 22/06;
  • 4ª parcela: 22/07.

Nº do NIS terminado em 5: 

  • 2ª parcela: 24/05;
  • 3ª parcela: 23/06;
  • 4ª parcela: 23/07.




Nº do NIS terminado em 6: 

  • 2ª parcela: 25/05;
  • 3ª parcela: 24/06;
  • 4ª parcela: 26/07.

Nº do NIS terminado em 7: 

  • 2ª parcela: 26/05;
  • 3ª parcela: 25/06;
  • 4ª parcela: 27/07.

Nº do NIS terminado em 8: 

  • 2ª parcela: 27/05;
  • 3ª parcela: 28/06;
  • 4ª parcela: 28/07.

Nº do NIS terminado em 9: 

  • 2ª parcela: 28/05;
  • 3ª parcela: 29/06;
  • 4ª parcela: 29/07.


Nº do NIS terminado em 0: 



  • 2ª parcela: 31/05;
  • 3ª parcela: 30/06;
  • 4ª parcela: 30/07.

aplicativo do auxílio emergencial

Calendário para beneficiários fora do Bolsa Família

Nascidos em janeiro: 

  • 2ª parcela: 16/05;
  • Saque: 31/05.

Nascidos em Fevereiro: 

  • 2ª parcela: 18/05;
  • Saque: 01/06.

Nascidos em Março: 

  • 2ª parcela: 19/05;
  • Saque: 02/06.




Nascidos em Abril:

  • 2ª parcela: 20/05;
  • Saque: 04/06.

Nascidos em Maio:

  • 2ª parcela: 21/05;
  • Saque: 08/06.

Nascidos em Junho: 

  • 2ª parcela: 22/05;
  • Saque: 09/06.

Nascidos em Julho: 

  • 2ª parcela: 23/05;
  • Saque: 10/06.

Nascidos em Agosto:

  • 2ª parcela: 25/05; 
  • Saque: 11/06.

Nascidos em Setembro:

  • 2ª parcela: 26/05;
  • Saque: 14/06.

Nascidos em Outubro:

  • 2ª parcela: 27/05; 
  • Saque: 15/06.

Nascidos em Novembro: 

  • 2ª parcela: 28/05;
  • Saque: 16/06.

Nascidos em Dezembro:

  • 2ª parcela: 30/05;
  • Saque: 17/06.

Clique aqui para acessar o calendário completo de pagamentos do Auxílio Emergencial 2021.

Quem tem direito ao Auxílio Emergencial

As novas regras do Auxílio Emergencial 2021 não permitiram que novos usuários se inscrevessem para receber o benefício. Apenas cidadãos já cadastrados no programa em 2020 estão recebendo o auxílio do governo em 2021.

Entre os beneficiários que foram contemplados novamente com o Auxílio Emergencial, estão:

  • 40 milhões de brasileiros inscritos no Cadastro Único e no Bolsa Família;
  • Cidadãos com renda familiar total de até R$ 500;
  • Cidadãos com renda familiar de até três salários mínimos (R$ 3,3 mil);
  • Trabalhadores informais;
  • Brasileiros que não tiveram rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2019 ou rendimentos isentos acima de R$ 40 mil naquele ano;
  • Pessoas que não sejam donas de bens de valor superior a R$ 300 mil até fim de 2019.

Residentes médicos, multiprofissionais, beneficiários de bolsas de estudo, estagiários e similares foram automaticamente excluídos do programa.

Pessoas que receberam qualquer tipo de benefício previdenciário, assistencial, trabalhista ou de transferência de renda do governo em 2020, com exceção do Bolsa Família e abono salarial, também ficaram de fora.

Auxílio Emergencial 2021

Devido ao agravamento da pandemia de Covid-19 em 2021, o governo resolveu prorrogar o Auxílio Emergencial. Mas existem algumas diferenças, como o valor que os beneficiários receberão e o número de parcelas.

Em 2021, o valor médio do benefício é de R$ 250; com exceção de mulheres chefes de família, que receberão R$ 375 e famílias constituídas apenas por uma pessoa, que terão direito a R$ 150.

Neste ano, o auxílio será pago somente até julho. As movimentações seguem pelo aplicativo Caixa Tem, com datas pontuais para sacar o valor do benefício.

Caso surjam dúvidas sobre o Auxílio Emergencial 2021, basta entrar em contato com a Central Telefônica da Caixa Econômica Federal, pelo número 111, que funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h, ou acessar o site do programa.

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Luterana do Brasil de Canoas/RS. Repórter, apresentadora, roteirista e redatora, com experiência em rádio, televisão e online.
FacebookInstagramLinkedinWikipédia

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário