PIS/Pasep: milhões de brasileiros ainda não resgataram abono – Veja como fazer!

De acordo com dados do governo, mais de 3 milhões de brasileiros ainda não sacaram o abono salarial PIS/Pasep, que pode ser de até um salário mínimo, ou seja, R$ 1.100,00. O menor valor pago é de R$ 92,00.

Quem ainda não resgatou o valor tem até o dia 30 de junho de 2021 para fazê-lo na Caixa Econômica Federal (se funcionário de empresa privada) ou no Banco do Brasil (servidor público).

Mas, há um detalhe: nem todo trabalhador tem direito ao benefício. Veja, aqui, como saber se você tem direito e como sacar o abono salarial PIS/Pasep!

pis pasep

Quem tem direito ao abono salarial PIS/Pasep

O abono salarial PIS/Pasep é destinado a trabalhadores que cumprem requisitos específicos. Confira, a seguir, quais são eles:

  • Ter trabalhado em 2019 ou antes disso no setor privado ou como servidor público;
  • Estar cadastrado no PIS ou Pasep há cinco anos, no mínimo;
  • Ter recebido até dois salários mínimos por mês durante o ano base de concessão do benefício;
  • Ter feito trabalho remunerado por, pelo menos, trinta dias, consecutivos ou não, no ano base;
  • Possuir informações repassadas na RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) corretamente pelo empregador.

Como saber se você tem direito ao PIS/Pasep?

Está em dúvida se tem direito ao PIS/Pasep? Há uma forma rápida e prática de saber isso, basta realizar uma consulta PIS/Pasep online. A seguir, apresentamos um passo a passo para efetuá-la:

Consulta PIS

A consulta PIS é feita gratuitamente no site da Caixa Econômica Federal, conforme orientações dadas abaixo:

  1. Acesse o site de consulta PIS Caixa Econômica Federal;
  2. Informe seu CPF, NIS ou e-mail;
  3. Digite sua senha;
  4. Marque a caixa de recaptcha, para validar seu acesso;
  5. Clique em “acessar”;
  6. No menu principal, clique em “PIS”;
  7. Selecione “consulta a pagamento”.

Pronto! Se houver algum valor de PIS associado ao seu CPF, a página trará essa informação e prazo para saque do abono salarial.

Um detalhe importante: caso não tenha cadastro no site, será preciso fazer um para realizar a consulta. Para isso, basta informar seu CPF, NIS ou e-mail, clicar em “cadastrar / esqueci senha” e seguir as recomendações dadas na página.

Consulta Pasep

A consulta Pasep também é gratuita e destinada aos servidores públicos. Para realizá-la, siga as recomendações abaixo:

  1. Acesse o site de consulta do Pasep Banco do Brasil;
  2. Informe seu número de inscrição do Pasep, que está em sua carteira de trabalho. Se preferir, há a possibilidade de consultar por CPF e data de nascimento;
  3. Marque a caixa de recaptcha;
  4. Clique em “confirmar”.

A página será atualizada e trará a informação da existência ou inexistência de valores associados ao seu nome, indicando até quando poderá ser resgatado.

Como resgatar o abono salarial PIS/Pasep

A forma de resgate depende de seu perfil, se tem conta na Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil, por exemplo. Veja as alternativas de resgate:

  • Transferência automática para sua conta digital, corrente ou poupança, se tiver. Assim, você conseguirá utilizar o dinheiro rapidamente para pagamentos diversos;
  • Saque no caixa eletrônico, se for cliente do Banco do Brasil;
  • Saque com Cartão Cidadão em caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal, correspondentes Caixa Aqui e lotéricas;
  • Saque em agência da Caixa Econômica Federal, para quem não é cliente do banco e não possui Cartão Cidadão. Basta apresentar um documento de identificação oficial com foto (RG, por exemplo) e solicitar o saque.

Valores de abono salarial PIS/Pasep parados

De acordo com a Caixa Econômica Federal, aproximadamente 900 mil trabalhadores não sacaram o PIS do ano de 2019, totalizando R$ 625 milhões parados. De 2018 para trás, 1,9 milhão de trabalhadores não resgataram o abono salarial e o valor paralisado é de R$ 1,2 bilhão.

No que se refere aos números do Pasep, 208 mil servidores públicos não sacaram o abono de 2019, totalizando R$ 96 milhões. Existe, ainda, valores paralisados de 367 mil servidores de anos anteriores.

PIS/Pasep: mudança para 2022

Para 2022, o pagamento do abono salarial PIS/Pasep deve passar por uma mudança: agora será concentrado no primeiro semestre e não feito ao longo do ano, como acontece hoje.

Essa mudança foi definida em março de 2021 pelo Codefat, o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Deixe seu comentário