PIX: Sistema se tornará uma “identidade digital” no futuro para os cidadãos

Quem ainda não se acostumou com o PIX, o sistema de pagamentos instantâneos da sua instituição, é melhor considerar essa forma de fazer transações.

De acordo com a declaração do presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, na última quarta-feira (24), o PIX pode evoluir para um tipo de “identidade digital”, para comprovar as informações pessoais através do virtual.

Publicidade

Publicidade

Esta previsão faz parte de uma expectativa do Banco Central de ampliar os serviços oferecidos pelo governo na plataforma, que foi lançada há três meses.

PIX

“PIX é tão fácil quanto WhatsApp”

Atualmente, com o PIX, é possível pagar impostos e serviços públicos, como lembrou Neto. Mas, ele revela que, em um futuro próximo, o PIX terá mais funcionalidades, pois este sistema de pagamento estará conectado com nossas vidas.

Por este motivo, o presidente do BC contou, em um evento promovido pelo Banco de Compensações Internacionais (BIS), que há potencial do PIX se tornar uma identidade digital.

Publicidade

Publicidade

Segundo o presidente, o uso do PIX é tão fácil quanto o uso do WhatsApp. Além disso, nesta semana, o sistema ganhou funcionalidade de leitura das informações da agenda de telefone, mediante autorização do usuário.

“Temos 5 milhões de negócios com PIX hoje, os números mostram que 7% da população brasileira usou o PIX, embora esteja disponível somente por três meses. Foi uma grande surpresa para nós”, disse.

Mídia e serviço social

Para o presidente Neto, o PIX está inserido em um contexto de convergência cada vez maior entre mídia social e serviços bancários e, por esta razão, tem tudo para acelerar.

“Vemos hoje uma convergência entre mensagens de texto, que as pessoas para se comunicar, e conteúdo – as pessoas olham para os conteúdos que querem, com pagamentos. No Brasil, nós temos um crescimento grande de mídia social desenvolvendo instrumentos de pagamento”, declarou.

O real digital

O destaque de Campos Neto também foi para a possível mudança de legislação cambial, já que o real poderá se tornar uma moeda convergente e digital no futuro.

No entanto, para essa mudança, os smartphones precisarão estar vinculados ao 5G que, por sua vez, precisarão ser acoplados com inteligência artificial e assim por diante.

Ainda segundo o presidente da autoridade monetária, a criação da moeda digital e as discussões dos impactos da sua emissão, está em fase avançada.

Publicidade

Publicidade

O grupo formal de análise da Central Bank Digital Currency (CBDC) foi criado em agosto do ano passado.

“Acho que o projeto se desenvolve ao redor de perguntas que não podem ser respondidas ainda, como se a emissão será [feita] só pelo Banco Central ou por qualquer banco, se será tributável ou não, se vamos limitar as operações que poderão ser feitas com essa moeda”, ponderou.

PIX deve ganhar mais recursos

O sucesso do sistema de pagamentos – PIX – é um dos grandes motivos para as projeções do presidente do Banco Central.

Atualmente, o sistema conta com mais de 73,2 milhões de usuários e o mais interessante é que ele só existe há três meses.

Mais de R$ 500 bilhões já foram movimentados, desde o início das operações.

Publicidade

Entretanto, antes de virar uma “multiplataforma”, o PIX deve ganhar mais funções financeiras, como PIX Cobranças, saques no comércio, registros de recebíveis e PIX por aproximação.

Publicidade

Bruna Santos
Jornalista com mais de 7 anos de experiência. Atuou como redatora em jornais impressos, sites especializados em moda e agências de comunicação em Mogi das Cruzes, São Paulo e Goiânia. Fez parte da equipe voluntários da ONG Trupe do Riso, cuidando das redes sociais da instituição. Além de colaboradora da WebGo Content, atua na Agência Conect, especializada em comunicação e marketing para profissionais da Saúde.
FacebookInstagramLinkedinWikipédia

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário