Pix: BC abre consulta pública sobre criação do Pix Saque e Pix Troco – Entenda

O Banco Central (BC) abriu na segunda-feira, dia 10 de maio, uma consulta pública para decidir detalhes das próximas funções do PIX para 2021: o PIX Saque, transação exclusiva para saques e o PIX Troco, funcionalidade pensada para servir estabelecimentos que aceitam este método de pagamento de seus clientes.

Á consulta pública do Banco Central pretende testar estas novas funções antes de liberar para todos os usuários. Assim, a partir das considerações feitas nos testes as novas funções poderão ser adaptadas antes de ser divulgadas oficialmente, o que está previsto para agosto de 2021.

Publicidade

Publicidade

Quer fazer a sua contribuição ou saber quais as novidades que vem por aí? Então acompanhe todos os detalhes sobre a proposta a seguir:

serviço pix

Como participar da Consulta Pública?

Para dar a sua opinião sobre as novas funções os usuários do PIX podem fazer sugestões até o dia 9 de junho de 2021, na página oficial do BC

A consulta pública pretende definir com a ajuda do cidadão e usuário do Pix:

Publicidade

Publicidade

  • Qual o limite diário de saques;
  • Quais os agentes que vão definir as condições para a prestação do serviço;
  • Qual o valor a ser cobrado pelas instituições bancárias após o limite de saques ter sido excedido.

Após a finalização do período de consulta pública o BC irá avaliar as sugestões para decidir em um contrato bilateral quais as melhores condições para a prestação do serviço.

Acompanhe mais notícias sobre o PIX:

A proposta do Banco Central

Os estabelecimentos comerciais e instituições financeiras terão liberdade para aceitar ou recusar as novas funcionalidades do Pix, podendo inclusive definir quais os serviços e horários que pretendem disponibilizar o novo serviço. Assim, os lojistas não são obrigados a ter dinheiro disponível para os saques no momento que for solicitado pelo cliente, mesmo entre os comerciantes que optarem por ofertar o serviço.

Até o momento, a sugestão do BC é de que sejam liberadas quatro operações gratuitas por mês nas modalidades Pix Saque e Pix Troco. Caso o usuário ultrapasse o número de funções gratuitas, será taxado.

A taxação cobrada a partir da quinta transação ficará a critério das instituições financeiras e, portanto, poderão variar conforme o banco que o usuário tem o Pix cadastrado.

No comunicado oficial do Banco Central à imprensa, a instituição revela as expectativas que tem acerca das novidades:

“As duas inovações trarão mais conveniência aos usuários, ampliando a capilaridade do serviço de saque; e o aumento da competição ao proporcionar melhores condições de oferta e de precificação dos serviços de saques, principalmente pelas instituições digitais e todas as demais instituições que não contam com rede própria de agências ou de ATMs, afirma oBanco Central.

Pix Saque

Publicidade

Publicidade

O Pix Saque é uma função pensada para a retirada de dinheiro em espécie em caixas eletrônicos. A proposta do Banco Central é permitir até quatro saques mensais na rede de caixas eletrônicos Banco24Horas com um limite de R$ 500,00 diários. A partir do quinto saque o usuário será taxado conforme a tabela de preços da instituição bancária qual está vinculado.

No texto oficial da consulta pública o banco informa que:

“Respeitado esse limite máximo, as instituições participantes do Pix e os agentes de saque definirão em contrato bilateral as condições para a prestação do serviço. Ou seja, os estabelecimentos comerciais e demais agentes de saque terão liberdade de definir se querem ofertar apenas Pix Saque, apenas Pix Troco ou ambos; os dias e períodos que pretendem disponibilizar o serviço;informações sobre os valores (exemplo, apenas múltiplos de R$10), entre outros.”

Pix Troco

O Pix Troco também é uma modalidade em que o usuário poderá sacar dinheiro em espécie, a diferença é que a função Troco está mais associada a uma compra ou prestação de serviço.

A funcionalidade de Troco também será limitada a R$ 500,00 e com direito à quatro utilizações gratuitas no mês. Caso ultrapasse, poderá ser cobrado à parte pela instituição financeira.

Como sacar usando o Pix?

saque em caixa eletrônico por meio de qr code
Publicidade

A experiência de saque com o Pix será muito parecida com o pagamento em instituições físicas. Para realizar, o usuário deverá fazer a leitura de um QR Code que aparecerá na tela e que serve como autenticador da transferência. Assim que fizer a leitura, a máquina ou instituição liberará o dinheiro em espécie ao usuário.

Publicidade

Acompanhe mais notícias sobre o PIX:

Tem alguma sugestão sobre o Pix Saque e o Pix Troco? Então participe da consulta pública enquanto ainda há tempo e ajude a melhorar ainda mais este serviço de pagamentos automáticos do BC.

Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e especialista em Negócios Digitais. Tem mais de 600 artigos publicados em sites dos mais variados nichos e quatro anos de experiência em marketing digital. Em seus trabalhos, busca usar da informação consciente como um instrumento de impacto positivo na sociedade.
InstagramLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário